Desenvolvimento pessoal: 5 razões para autorreflexão

a desenvolvimento pessoal e a auto-reflexãoEssas são duas das chaves para o seu bem-estar emocional.

A importância da autorreflexão

A prática da autorreflexão é um aspecto muito importante do desenvolvimento de uma pessoa. Intuitivamente, muitos concordarão que a experiência é uma das melhores maneiras de crescer mais alto.


Aprender com os erros é algo que já aconteceu com todos nós, mas a experiência pode ter consequências diferentes para cada pessoa: nem todos perceberão os fatos da mesma forma. Sem um processo de reflexão ativa sobre o que estamos passando ou sem questionar o significado dessas experiências, muitas vezes o aprendizado não acontecerá. Em outras palavras, o que nos leva da experiência simples ao aprendizado é o auto-reflexão.

A autorreflexão nos permitirá aprender mais profundamente ao ver as situações de diferentes ângulos e ao fazer perguntas difíceis que nos farão questionar nossas próprias crenças sobre o mundo. Se o pensamento estiver correto, nos ajudará a ser mais realistas e a seguir nosso caminho de desenvolvimento pessoal.

Reflexão e emoções: caminhando para o bem-estar

Já discutimos a relação entre bem-estar e emoções em nosso artigo “O que é inteligência emocional?”.

Por exemplo, o desenvolvimento de autocontrole refere-se a uma melhoria na gestão de impulso, o autorregulação emocional, a Planejamento, Autoconsciência e adaptação social, Que são absolutamente essenciais para o bem-estar humano e que estão em harmonia com uma aprendizagem significativa para e para a vida. Para adquirir um bom autocontrole, é necessário um bom nível de reflexão interior, parece óbvio, a ligação entre a autorreflexão e o bem-estar.

palavra bem estarEm outras palavras, estar bem refere-se a “estar onde quero estar” e envolve alcançar equilíbrio e harmonia em nossa vida diária; na relação com nós mesmos e na interação com os outros. Portanto, o bem-estar não é uma constante, mas sim um componente dinâmico, que se constrói ao longo da vida e pode mudar a qualquer momento.

Contudo, o bem-estar pode se tornar uma adição relativamente estável se estabelecermos um bom relacionamento com nosso eu interior. Ao perceber isso, seremos capazes de lidar com as diferentes experiências que nos são apresentadas ao longo do nosso dia a dia. É o desenvolvimento pessoal.

Desenvolvimento pessoal e autorreflexão: curiosidade e dor

Para construir o suporte interno que nos permitirá enfrentar as situações e problemas do nosso dia a dia, teremos que tomar decisões difíceis, assumir uma posição ou um determinado ponto de vista e decidir a melhor escolha. Se quisermos que o bem-estar seja uma característica mais ou menos estável, de vez em quando teremos que nos fazer a seguinte pergunta: “É aqui que eu quero estar?”

Esta questão nos permitirá saber se realmente estamos onde queremos estar (Nosso trabalho, nosso parceiro, nossa cidade, etc.). Se a resposta for sim, estaremos em um estado de fluxo e tudo parecerá estar em harmonia. Se a resposta for não, estaremos no lugar do desconforto. O caminho para encontrar o bem-estar é refletir sobre si mesmo: caminhar em direção ao desenvolvimento pessoal.

O caminho do desenvolvimento pessoal não é, portanto, nem mais nem menos que o caminho do bem-estar, para onde quero estar, mas isso não significa que estejamos refletindo constantemente. Já discutimos a importância de viver no presente no artigo “Atenção plena: 8 benefícios da atenção plena”.

No entanto, a atenção plena requer reflexão e conhecimento do nosso estado emocional, para mais tarde nos aceitar como somos. Além disso, o tempo presente também nos dirá se estamos confortáveis ​​ou não, porque existem dois caminhos que nos levarão à autorreflexão: curiosidade e dor.

Os problemas de evitar pensar

Viver constantemente longe do presente, no passado, no futuro, ou nas exigências desproporcionais de si que enfrentamos, não obedece a um autoconhecimento pleno, mas a uma imagem desequilibrada e não objetiva de nós mesmos, que gera baixa autoestima, sentimentos de inadequação, isolamento social, baixa assertividade, estresse e ansiedade constantes, problemas psicossomáticos e baixo bem-estar emocional.

Embora pensar em desenvolvimento pessoal possa parecer fácil à primeira vista, muitas pessoas recorrem a profissionais de coaching para serem capazes de se desbloquear. O coach, como facilitador do desenvolvimento pessoal, leva o cliente a refletir sobre as questões socráticas, permitindo-lhe continuar a crescer como pessoa. O treinador ajuda conecte-se com desejos e emoçõesE embora pensar possa parecer um ato intelectual, é um ato emocional: o descontentamento desempenha um papel central no crescimento como indivíduo.

Na verdade, é comum evitar a autorreflexão. Quando é a curiosidade que nos leva a pensar sobre isso e evitá-la, rigidez. Se considerarmos que existem outras maneiras de fazer as coisas, mas tivermos medo dessa possibilidade, provavelmente nunca sairemos da zona de conforto. Por outro lado, se é a dor que nos faz pensar, mas não atacamos esse desinteresse, certamente aparecerá tristeza. No longo prazo, a tristeza se transformará em melancolia e continuaremos pensando que o passado sempre foi melhor.

As 5 razões para pensar

Vivemos em uma sociedade que passou por profundas mudanças nas últimas décadas. A globalização deu a todos nós uma maneira diferente de pensar e o capitalismo influenciou nossas vidas ao ponto de serem objetos ao invés de sujeitos. Não é fácil olhar para dentro quando a cultura nos incita a olhar constantemente para fora, para nos compararmos, para sermos mais eficientes, mais consumidores, etc. Em meio a tanta informação (ou intoxicação), nos apegamos a velhas certezas para nos sentirmos seguros, incapazes de descrever a realidade como ela é.

Curtiu isso, nós negamos nossas emoções e vivemos em um estado psicoemocional impensado. Nosso valor parece ter valor apenas na aprovação dos outros. Para não ficar atrás é preciso ter roupas de marca, uma linda garota, um trabalho de sucesso, um bom lugar, um bom carro, etc … construir um caminho de sofrimento, longe de um verdadeiro sentido de desenvolvimento pessoal, emocional bem-estar e voltar aos nossos próprios desejos.

Felizmente, nós temos a capacidade de pensar separar-se das certezas, conectar-se a si mesmo e refletir sobre si mesmo. Na dimensão pessoal, nossos argumentos e ações são sempre guiados por nossas emoções, por isso é importante entendê-las e aceitá-las. Não sabemos o que vai acontecer no próximo presente, mas o que quer que aconteça será diferente se acontecer na emoção de expectativa, controle, superficialidade, hipocrisia, ou se vier da emoção de respeito próprio, aceitação, gratidão, confiança, ternura.

Resumindo: os 5 pontos fundamentais da autorreflexão

Em suma, aqui estão as cinco razões para a autorreflexão que o guiarão no caminho para o desenvolvimento pessoal:

  • Ajuda você a aprender com seus erros
  • Ajuda você a ter boas ideias
  • Ajuda você a se conectar com outras pessoas
  • Te deixa mais feliz

  • Ajuda você a ver sua perspectiva sobre as coisas

Deixe um comentário