6 posturas de ioga para acabar com a dor nas costas

Yoga é uma prática ancestral que promove o equilíbrio holísticoPorque produz muitos benefícios para o corpo e a mente. É por isso que, ao longo dos anos, cresceu em todo o mundo ocidental.

O Yoga está em voga, em grande parte porque garante um corpo saudável, uma mente equilibrada e hábitos saudáveis. Além disso, sua prática é positiva para dores físicas, especialmente dores nas costas.


    Os benefícios da ioga

    Essa arte milenar melhora nossa qualidade de vida de muitas maneiras, não apenas fisicamente, mas também mental e espiritualmente. Especialmente nestes tempos, a ioga está se tornando uma boa alternativa para se conectar com você e seu próprio corpo. Durante os últimos anos, esta prática experimentou um boom de popularidade e faz parte de ginásios ou centros esportivos de quase todas as localidades.

    Muitas pessoas podem se beneficiar com a ioga: um trabalhador que passa o dia todo em um escritório, alguém que está apenas procurando relaxar e até mesmo um atleta de sucesso, pois pesquisas mostram que a ioga ajuda a melhorar o desempenho atlético. Sabe-se que muitos atletas de elite têm se beneficiado dessa disciplina, inclusive o jogador de basquete. James Lebron, O jogador de tênis Maria xarapova ou o jogador de futebol Ryan giggs.

    Em resumo, os benefícios da ioga são:

    • Melhora a flexibilidade
    • Reduz o estresse
    • Aumente a força
    • Auxílio na recuperação de atletas
    • Melhora o equilíbrio e a coordenação
    • Melhora o sono
    • Ajuda a prevenir lesões
    • Melhora o humor
    • Melhora a concentração
    • Melhora a resistência
    • Melhorar o sexo
    • Alivia dores nas costas

      Ioga para dores nas costas

      A prática de ioga tem se mostrado eficaz no alívio de dores nas costas. Portanto, se você tiver esse problema, talvez precise tentar essa disciplina milenar. E é que há muitos estudos que mostraram que a ioga tem um efeito positivo na flexibilidade e na força que, por sua vez, é útil no alívio da dor nas costas e na melhoria de seu funcionamento.

      Dados de um estudo publicado no Journal Archives of Internal Medicine mostram que pessoas que praticam ioga e alongam-se duas vezes por semana sentem menos dor do que aquelas que tomam medicamentos ou controlam os sintomas por conta própria.

      Embora a ioga não seja uma boa ideia quando a dor nas costas é muito intensa e severa, aqueles com dores ocasionais ou crônicas podem se beneficiar de certas posturas de ioga. No entanto, se você está determinado a tentar essa prática milenar e sofre de dores nas costas, recomendo que pergunte ao seu médico se é seguro fazer esse tipo de exercício, como faria se quisesse praticar esportes.

      Posturas para acabar com a dor nas costas

      Se você falou com seu médico e ele deu sua aprovação, Abaixo está uma lista de exercícios de ioga que ajudarão a aliviar a dor nas costas.

      Você pode fazê-los em qualquer ordem e aumentar a intensidade ficando mais tempo nessa posição. É claro que começa um pouco e aumenta gradualmente de intensidade.

      1. Alongamento supino dos isquiotibiais

      Deite-se de costas, dobre o joelho direito contra o peito e coloque uma tira ou fita adesiva sobre a ponta do pé.. Estique a perna de modo que as solas dos pés fiquem paralelas ao teto. Pressione ambos os calcanhares para fora. Se a região lombar estiver tensa, dobre o joelho esquerdo e coloque o pé no chão.

      Continue pressionando por 3-5 minutos e, em seguida, mude para a esquerda por 3-5 minutos. Você pode fazer este exercício todos os dias, e também pode fazê-lo com as duas pernas contra a parede.

      Você pode ver como isso é feito no vídeo a seguir.

      2. Cachorro de cabeça para baixo

      Esta pose clássica de ioga é um ótimo alongamento total do corpo que ajuda a estabilizar a região lombar.. Para fazer isso, comece com as mãos e os joelhos alinhados, as mãos ligeiramente à frente dos ombros. Pressionando para trás, afaste os joelhos do chão e levante o cóccix em direção ao teto.

      Mantenha a posição por 5 a 10 respirações e repita a posição de cinco a sete vezes.

      Para ter uma ideia melhor, assista a este vídeo.

      3. Posição do bebê

      A pose do bebê é outro clássico da ioga. Pode parecer que você está descansando, mas isso é ideal porque ajuda a alongar as costas e desestressar essa área, por exemplo, antes de dormir. Comece ficando de quatro com os braços esticados à sua frente.

      Em seguida, sente-se de forma que sua bunda fique apoiada logo acima de você, mas sem tocar seus calcanhares. Segure esta posição por 5 a 10 respirações e repita quantas vezes forem necessárias.

      Para saber mais, aproveite este conteúdo audiovisual.

      4. Posição da esfinge

      Deitado de barriga, pressione para baixo com as palmas das mãos e levante a parte superior do corpo. Alinhe os cotovelos com os ombros e mantenha os braços retos e rígidos. Pressione firmemente as palmas das mãos e a parte superior dos pés. Pressione o osso púbico para a frente e você sentirá sensações na parte inferior das costas.

      Lembre-se de respirar relaxado. Mantenha essa postura por 1 a 3 minutos.

      Assista a este vídeo para descobrir como.

      5. Postura do pombo

      A pose do pombo é um asana ideal para liberar a tensão nas costas. Comece com a postura dos quatro grampos. Em seguida, levante ligeiramente o corpo e mova o joelho direito para a frente e vire a perna para dentro de modo que fique dobrada. Descanse o corpo nessa perna enquanto a outra está deitada e relaxe os ombros olhando para a frente.

      Mantenha a posição por 5-10 respirações, depois troque as pernas,

      Neste vídeo você verá melhor.

      6. Posição gato-vaca

      Ele começa na posição de engatinhar e passa para a pose do gatoEm outras palavras, levante as costas sem mover as palmas das mãos ou os joelhos. Dessa forma, você também traz o umbigo para dentro, arqueando as costas. Mantenha essa posição por alguns segundos e, em seguida, volte à posição inicial. Repita quantas vezes quiser.

      Você pode ver uma excelente explicação neste conteúdo audiovisual.

      Deixe um comentário