Por que colocar limites nos relacionamentos é saudável

Coloque limites nas relações pessoais significa deixar que os outros saibam que eles têm desejos e necessidades diferentes dos seus. Mas, além de fazer isso, nos respeitamos.

E é que, embora estabelecer limites possa parecer uma imposição desnecessária se tivermos alguma concepção de relacionamentos pessoais fluidos, a verdade é que esses tipos de estratégias baseadas na assertividade, na prática, nos permitem ser mais livres.


    Por que é difícil definir limites?

    Vários e diferentes podem ser os motivos envolvidos na dificuldade de estabelecer limites:

    1. Uma visão tendenciosa de quem quer o quê

    Má diferenciação entre si e os outros, Isso significa que não sabemos ao certo onde começam as próprias necessidades e as dos outros.

    2. Medo de conflito

    A pessoa evita conflitos em todos os momentos, sentindo-se incapaz de defender suas opiniões. Consequentemente evitamos expressar nossa própria opinião e discordar do outro.

    3. Bloqueio emocional em face da raiva ou fúria da outra pessoa

    Por esse motivo, em muitos casos, a pessoa é complacente (para seu pesar) com as necessidades dos outros.

    4. Medo de ser rejeitado pela outra pessoa

    É o medo da rejeição emocional, social, familiar e profissional. O medo de perder o afeto e o amor da outra pessoa também pode surgir e o pânico pode ser criticado.

    5. Falta de assertividade

    Aprender a dizer que não pode ser difícil. a sem saber comunicar nossos limites isso pode nos levar a evitar falar sobre eles, reforçando e mantendo a situação de impossibilidade de expô-los.

    6. Baixa autoestima

    Sentindo-se sem o direito de defender suas próprias necessidades impede a apresentação do mesmo. A pessoa, sentindo-se sem esse reconhecimento, pode descobrir que suas necessidades não são tão grandes quanto as dos outros, “as minhas podem esperar”.

      7. Dificuldade em lidar com a frustração e raiva

      Sentindo-se sem ferramentas emocionais para lidar com essas emoções, a pessoa pode optar por ‘engolir’, fazendo com que o fato que fez com que elas (neste caso a necessidade de se estabelecer um limite) não fossem manipuladas, optando por priorizar as demandas do outro.

      8. Experimentando sentimentos de culpa

      Isso pode ser comum quando estamos tentando defender nossos desejos. A pessoa pode experimentar culpa por afirmar suas necessidades.

      9. Dificuldade em tomar decisões

      Decidir requer aceitação e rejeição.

      Por que estabelecer limites nos faz sentir melhor

      Os benefícios da auto-estima, das habilidades sociais e do gerenciamento da assertividade aumentam, e os sentimentos de segurança interior melhoram. Tudo isso se reflete nas relações interpessoais. As pessoas ao seu redor saberão onde seus limites começam e terminamIsso terá consequências favoráveis ​​para você e seus relacionamentos:

      1. As pessoas ao seu redor irão conhecê-lo melhor

      Paradoxalmente, o fato de sempre ceder às expectativas dos outros nos afasta das pessoas com quem estamos.

      2. Crie relacionamentos igualitários

      Isso dá a eles a possibilidade, e a você também, de ter relações com eles em pé de igualdade, sem ter que subordiná-los aos seus mandatos.

      3. Promova uma comunicação honesta

      Eles levarão em consideração suas necessidades e desejos, sejam eles quais forem evite mal-entendidos e promover um relacionamento sincero baseado no respeito mútuo.

      4. Antecipa crises de estresse e frustração

      Você não se sentirá pressionado a colocar as necessidades dos outros à frente das suas. Isso o impedirá de experimentar sentimentos de estresse, frustração, ansiedade e angústia nas relações pessoais, familiares, sociais e profissionais.

        5. Prolongue a vida de seus relacionamentos

        Tudo isso vai melhorar o fluxo de comunicação em seus relacionamentos, aumentando a qualidade e a satisfação com os mesmos.

        6. Adicione consistência às suas ações

        Outro benefício de conhecer e expor seus próprios limites é que você criará um discurso interno coerente, assim como sentirá uma coerência entre seus pensamentos, emoções e ações, aumentando assim a sensação de controle sobre sua vida.

        A chave é assertividade

        Saber colocar limites aos outros e comunicá-los corretamente ajuda a criar e reforçar sentimentos relacionados com autonomia, valor pessoal, sociabilidade, espontaneidade, criatividade e bem-estar pessoal. Permite identificar e delimitar claramente as necessidades de cada momento, fazendo com que a pessoa se sinta protagonista de suas escolhas, gerando assim a tranquilidade de se sentir responsável e confiante na etapa da vida.

        Deixe um comentário