Por que alguns amigos estão nos excluindo do Facebook?

A inclusão das novas tecnologias e da Internet no cotidiano das pessoas trouxe mudanças significativas em muitas áreas: A forma de comprar, a forma de estudar, de se divertir, etc.

Além disso, por causa da internet, e principalmente das mídias sociais, houve uma mudança na forma como interagimos com outras pessoas, e isso nos permitiu conhecer muitas novas pessoas, pessoas de todo o mundo.


Facebook faz amigos … e inimigos

Mas as redes sociais não só nos permite fazer novas amizades, mas também nos permite desfazê-las.. Uma pesquisa da Universidade do Colorado, Denver, Estados Unidos, forneceu informações sobre por que algumas pessoas excluem seus amigos do Facebook.

Como o estudo conclui, “eles geralmente fazem isso porque consideram as opiniões da outra pessoa sobre religião ou política muito radicais”. Isso acontece com mais frequência com colegas de escola.

Sua ideologia política pode ser a principal causa de ‘exclusão’ no Facebook

Os Relatórios e Opiniões do Facebook são uma oportunidade para nos mostrar face a face com o mundo e uma oportunidade para expressar o que sentimos e pensamos. Desde que o Facebook invadiu todas as nossas vidas, aqueles de nós que se conectam a essa rede social diariamente estão constantemente vendo nosso status de contato atualizado.

Desta maneira, podemos ver repetidamente suas impressões sobre a política, e vemos suas crenças e valores mais arraigados. Também podemos ter a oportunidade de ver suas opiniões em diferentes grupos ou publicações, chegando a apreciar o radicalismo por trás de suas palavras. Portanto, parece que a ideologia política é uma causa fundamental pela qual apagamos algumas amizades. Pode cansar-nos e irritar-nos, obrigando-nos a decidir eliminar o contacto com os nossos amigos.

Causas que nos mantêm longe do Facebook

O estudo foi publicado em fevereiro de 2014 e conduzido pelo sociólogo Christopher Sibona, da Universidade do Colorado em Denver. Realizou-se em duas fases: a primeira parte do estudo examinou os antecedentes e o perfil dos indivíduos eliminados; e a segunda fase focado nas reações emocionais das pessoas que foram eliminadas.

Os dados foram analisados ​​após a realização de uma pesquisa na qual participaram 1.077 sujeitos via Twitter.

Primeira fase do estudo

Quais amigos têm maior probabilidade de passar pela “guilhotina”?

Os resultados do primeiro estudo indicaram que as pessoas que foram eliminadas com mais frequência foram (da ordem da mais alta para a mais baixa):

  • Amigos do instituto
  • outros amigos
  • Amigos de amigos
  • Amigos no trabalho
  • Amigos de interesse comum

Quando se trata de amigos que trabalham na mesma empresa, “descobrimos que as pessoas estão eliminando colegas de trabalho por ações concretas, em vez de comentários nas redes sociais”, explicou Sibona. Segundo ele, uma das razões pelas quais os colegas de colégio são mais eliminados nas redes sociais é que suas crenças políticas e religiosas podem não ter sido tão fortes no início. Nesse ponto da vida, as crenças se tornam mais fortes, podendo ofender os amigos.

Quais ações no Facebook podem irritar seus amigos?

Em relação ao conteúdo dos comentários ou denúncias, o estudo concluiu que os motivos apresentados a seguir foram os mais comuns para a exclusão de um amigo do Facebook:

  • Normalmente posta coisas triviais e triviais.
  • Escreva opiniões muito radicais sobre questões políticas ou religiosas.
  • Para fazer comentários racistas, sexistas ou desagradáveis.
  • Para postar constantemente sobre privacidade: o que comem, quão felizes estão com o parceiro ou o que vão fazer à noite.

Segunda fase do estudo

Como nos sentimos quando alguém nos apaga?

Em relação à segunda fase do estudo, ou seja, as reações emocionais dos indivíduos que são retirados do Facebook, Sibona encontrou uma variedade de emoções associadas a este fato. Os mais comuns são:

  • eu estou surpreso
  • eu não ligo
  • Isso me faz rir
  • eu me sinto triste

Deve-se notar que dependendo do grau de amizade entre os dois atores (que elimina e elimina), quanto mais próxima a amizade, mais triste é ter sido sequestrado. Portanto, “estar triste” pode ser usado como um indicador de proximidade no relacionamento. Por fim, o estudo também concluiu que a exclusão de uma pessoa do Facebook ocorre com mais frequência com amigos do que conhecidos.

Você pode se interessar por: “Despersonalização e (in) comunicação nas redes sociais”

Referências bibliográficas:

  • Sibona, C., (2014) Unfriending on Facebook: Context Collapse and Unfriending Behavior. 47ª Conferência Internacional do Havaí sobre Ciência de Sistemas, páginas 1676-1685 http://doi.ieeecomputersociety.org/10.1109/HICSS.2014.214
  • Sibona, C., (2014) Facebook Fallout: A resposta emocional por não se tornar um amigo no Facebook. 47ª Conferência Internacional do Havaí sobre Ciência de Sistemas, páginas 1705-1714
  • http://doi.ieeecomputersociety.org/10.1109/HICSS.2014.218

Deixe um comentário