Assertividade no trabalho: 7 segredos para melhorá-lo

Comunicação efetiva é uma das variáveis ​​que afeta positivamente o bom funcionamento da organização. A assertividade é uma das habilidades básicas na comunicação, que se caracteriza pela capacidade de uma pessoa de expressar seus pensamentos, sentimentos, emoções e opiniões com firmeza, sempre respeitando os pensamentos e sentimentos dos outros.

Neste artigo, apresentaremos alguns dicas para melhorar sua assertividade no trabalho.

    Assertividade e os diferentes tipos de comunicação

    Saber dizer “não” nem sempre é fácil. Também não se trata de mostrar nossas opiniões e emoções com clareza, lembrando que os outros também têm seus valores, opiniões e tomam suas próprias decisões. Mas mesmo que algumas pessoas tenham dificuldade em fazer isso, é possível aprender a se afirmar.

    Geralmente, geralmente estamos falando sobre diferentes tipos de comunicação, incluindo comunicação passiva, agressiva e assertiva.

      Suas vantagens para a empresa

      Pessoas assertivas conhecem seus próprios direitos, os quais defendem, sempre atentas às necessidades dos outros. Essas pessoas falam fluentemente e com confiança e são relaxadas. Eles não se importam em falar abertamente sobre o que pensam e as razões de suas opiniões.

      Mas quais são os benefícios da assertividade? Em resumo, os mais importantes são:

      • Autoconhecimento e gestão emocional melhoram quando a pessoa é assertiva, pois a empatia é necessária para poder se afirmar.
      • Essa capacidade permite que você tenha um maior senso de controle sobre o que cerca a pessoa e sobre você.
      • permite coloque limites em nosso comportamento e ajudar no relacionamento interpessoal, marcar as linhas vermelhas que não devem ser cruzadas.
      • Amor próprio da pessoa também melhora.
      • A comunicação eficaz é a chave para um ambiente ou clima de trabalho positivo, assim como os resultados organizacionais.
      • Satisfação vital de indivíduos é maior, porque comunicar de forma eficaz ajuda a ter experiências mais enriquecedoras.
      • É essencial para resolver conflitos e também preveni-los.

      Para saber mais sobre esses benefícios, você pode ler nosso artigo: “Os 8 benefícios da assertividade: o que são?”

      Dicas para melhorar a comunicação assertiva no trabalho

      Cientes dessas vantagens, preparamos nas linhas a seguir uma lista de chaves para melhorar o ambiente de trabalho.

      1. Reconheça que você é valioso e aceite as diferenças.

      Pessoas assertivas são pessoas que possuem boa autoestima e têm consciência do seu valor, pois de outra forma não é possível expressar o que pensamos e ao mesmo tempo reconhecer que outros atores na relação também têm suas necessidades e opiniões. Auto confiança ele deve ser educado para ser aberto aos outros.

      Além disso, respeitar-se a si mesmo é essencial para poder respeitar os outros, e aceitar ser diferente é também o princípio da comunicação assertiva.

      2. Conheça seus limites e cumpra-os

      Conhecer seus limites e respeitá-los é um passo muito importante para se tornar uma pessoa assertiva. Assertividade é saber dizer “não” quando alguém não quer fazer algo, mas ainda assim respeitar os outros. É por isso que vale a pena despender algum esforço para reconhecer até onde vão nossas capacidades. não assumir tarefas inatingíveis.

      Não é só conhecer os limites de si mesmo, mas também os direitos que possui. Por exemplo, ser tratado com respeito e dignidade, tomar suas próprias decisões, descansar, etc.

        3. Aprenda que você nem sempre ganha

        Afirmar-se é exprimir as próprias opiniões, mas isso nada tem a ver com impô-las; ou seja, não tem nada a ver com vencer todas as batalhas. Seja assertivo é bom saber o que você quer, mas também o que o outro quer.

        Por outro lado, assertividade tem a ver com ser justo, por isso precisamos saber que ser assertivo não significa impor nossas opiniões. Assim como nas negociações, trata-se de encontrar um equilíbrio, nem sempre de querer vencer.

        4. Ouça ativamente

        Às vezes pensamos que estamos ouvindo alguém quando, na verdade, estamos ouvindo. Nesse sentido, e principalmente no caso da assertividade, temos que ouvir com atenção.

        A escuta ativa consiste não apenas em levar em consideração a mensagem falada do interlocutor, mas também sua linguagem não verbal e comunicação emocional. Por isso, devemos deixar a outra pessoa falar, não devemos interromper com nossas opiniões, nem pensar na resposta antes que ela tenha sido expressa em sua totalidade.

        A escuta ativa é uma arte. Se você quiser saber, pode ler este artigo: “Escuta ativa: a chave para se comunicar com outras pessoas”

        5. Esteja ciente da diferença entre comunicação assertiva e agressiva.

        Muitas pessoas pensam que verbalizar suas próprias opiniões pode impor seu próprio julgamento aos outros. Porém, assertividade refere-se ao modo como as coisas são ditas, pois apesar da exposição do ponto de vista, ela razões objetivas devem ser dadas e não desprezes o outro interlocutor.

        A comunicação assertiva não significa ser agressivo ou impor sua própria lei. Trata-se de criar um clima de comunicação em que todos possam falar abertamente sobre as opiniões dos outros, independentemente das diferenças.

        6. Melhora a inteligência emocional

        Pessoas assertivas estão cientes de suas emoções e sabem como regulá-las, por isso são boas no relacionamento com os outros.

        Nesse sentido, ser emocionalmente inteligente é essencial, pois a empatia é um de seus componentes fundamentais, o que é fundamental para entender e lidar adequadamente com o sentimento do outro. Em suma, seja emocionalmente inteligente permite adaptar o tom e a mensagem às circunstâncias.

          7. Participe de um workshop de auto-afirmação

          Embora seja freqüentemente dito sobre pessoas que são assertivas e pessoas que não são, essa habilidade pode ser aprendida. Existem muitos cursos que ensinam como ser uma pessoa assertiva e, assim, tirar proveito de suas vantagens.

          Além disso, também é possível fazer cursos de inteligência emocional como os que você encontrará neste artigo: “Os 6 melhores cursos em inteligência emocional e desenvolvimento pessoal”

          Deixe um comentário