Qual é a relação entre mente e corpo?

Com seus complexos sistemas e funções, o corpo tem uma inteligência infinita, porque sempre se dá os meios para compreendê-lo e lidar com os problemas que o afetam diretamente e, assim, superar o que o reprime.

Você provavelmente já ouviu falar que ter um bom humor durante uma doença leva a uma recuperação mais rápida, e sim, isso é verdade. Embora muitos não acreditem, estado mental está intimamente relacionado com a saúde física e desempenha um papel muito importante na qualidade de vida.

A relação corpo-mente

Não há separação entre o que acontece na mente e o que acontece no corpo. Em teoria, não pode existir independentemente do corpo em que desenvolvemos a existência.

Nesse sentido, negar a relação psicossomática significa ignorar a possibilidade do próprio corpo de examinar, aceitar e acabar com os males. Mente e corpo interagem de maneira tão poderosa que ambos podem afetar a saúde de uma pessoa.

É por isso que uma sensação de ansiedade ou nervosismo pode levar a dores de estômago, constipação ou dores de cabeça. O estresse pode causar úlceras ou até mesmo ataques cardíacos; depressão e infelicidade afetam o corpo a ponto de se sentir pesado e letárgico.

Portanto, a doença se manifesta como um sintoma no corpo e indica que a consciência deixou de estar em ordem e harmonia, dando a possibilidade de se conectar com as partes do corpo com as quais perdeu contato.

A atitude define como o corpo reage

A atitude é o comportamento que uma pessoa usa em relação à vida, podemos dizer que é a sua forma de viver ou agir. No entanto, sempre é possível melhorá-lo, basta trabalhar em si mesmo, em reagir mais objetivamente do que subjetivamente. Por exemplo, se você estiver em um local com muito ruído ambiente, poderá reagir de duas maneiras:

  • Irritação crescente, sofrendo de dor de cabeça severa, levando ao aumento da pressão arterial.

  • Assuma a posição oposta, respondendo objetivamente à situação e procurando soluções positivas.

Portanto, a mensagem que enviamos ao corpo, seja de irritação ou aceitação do problema, é a mensagem à qual o corpo responderá. Na vida, não passamos por situações negativas ou positivas. É a reação ou a resposta pessoal a ela, que permite catalogá-los de uma forma ou de outra.

Ou seja, as mensagens que de alguma forma são enviadas inconscientemente ao corpo são um fator determinante no estado de bem-estar. Se forem baseados em fracasso, desespero e ansiedade, farão com que o corpo reaja, enfraquecendo os mecanismos de defesa.

Nesse sentido, a repetição de padrões de pensamento e atitudes negativas como preocupação, culpa, ciúme, raiva, crítica, medo, entre outros, causará muito mais danos do que qualquer situação externa pode causar.

Em vez disso, mensagens contendo alegria, sucesso, esperança, amor e bem-estar são comunicações vitais que fortalecem o corpo, infundem energia e fazem com que se sinta cheio de vida.

Reconhecer os sinais que o corpo envia

Quando estamos cientes de que algo está acontecendo e reservamos um tempo para olhar para dentro, o corpo interpreta que quer continuar vivendo; então é capaz de reagir e começar a combater as doenças.

Portanto, quando há problemas de saúde, é hora de prestar atenção ao alerta do corpo, pois o corpo reflete tanto o que está acontecendo no nível consciente quanto no inconsciente.

Ao mesmo tempo, o ser humano tornou-se um ser dependente e indefeso, perdeu o contato com a voz interior de sua intuição. E o uso de drogas poderosas aumentou de tal maneira que, nas últimas décadas, roubou-lhe sua própria autoridade de cura.

Ao fornecer tratamento físico e farmacológico, apenas a cura temporária ou eliminação do sintoma pode ser alcançada; ao ignorar e não ouvir o corpo, uma parte importante da causa é esquecida, portanto, sem tratar essa condição, ela durará mais ou se repetirá várias vezes. Você vive mais, mas a deficiência aumenta.

A quantidade de atividades e estímulos externos que o homem moderno enfrenta todos os dias o levou a esquecer de si mesmo e cuidar de seu corpo, tanto físico quanto emocional.

O que fazer para manter o bem-estar entre corpo e mente?

Esses são várias dicas que você pode aplicar diariamente.

  • Expresse suas emoções e não as reprima.
  • Quedas de cargas que você assumiu e que não são de sua responsabilidade.
  • Exercício, meditação e ioga ajudarão a reduzir o estresse e a ansiedade.
  • Faça o que te excita.

Referências bibliográficas

  • Dethlefsen, T; Dahlke, R (1983), Doença como caminho. p.p. 3-10.
  • Shapiro, Debbie. (2002), Corpo-mente, a conexão de cura. Edições Robinbook. Argentina. p.p. 9-25.

Deixe um comentário