Os narcisistas veem mais pornografia, achados de estudos

Embora o termo “narcisista” seja usado por todos os tipos de pessoas para se referir a certas características pessoais das pessoas que encontram no dia-a-dia, a verdade é que esse conceito é uma categoria usada também pela psicologia científica. Ou seja, foi estatisticamente associado a certas características pessoais, outros traços de personalidade e certas tendências comportamentais.

E, há alguns anos, uma das tendências que poderia caracterizar os narcisistas tem sido a propensão de consumir mais pornografia do que a média. Pelo menos é o que podemos deduzir da pesquisa publicada no Journal of sex & marital therapy.


A sexualidade do narcisista

Que sentido faz o consumo de pornografia ser significativamente maior entre as pessoas narcisistas? Segundo a equipe de pesquisadores que conduziu o estudo, isso se deve à forma como o narcisista clássico se concentra em si mesmo na busca do prazer.

Ao contrário de outras pessoas, que buscam reciprocidade em experiências prazerosas, os narcisistas são mais propensos a usar os outros como uma maneira fácil de conseguir o que procuram. De acordo com esta interpretação, o consumo de pornografia é perfeitamente adequado para essas demandas; a maioria das situações, performances e até a forma como são filmadas acentuam o papel instrumental dos atores que aparecem em cena, fazendo com que pareçam seres artificiais que só se movem para satisfazer o espectador.

Em outras palavras, seria uma característica pela qual se expressariam dois traços já conhecidos sobre o narcisista: a falta de vínculos empáticos e motivação sexual mais intensa do que o normal em outros grupos populacionais.

Como o estudo foi conduzido?

Para esta pesquisa, um grupo de mais de 250 pessoas (63% delas mulheres) com idade entre 18 e 61 anos foi usado como amostra.

Cada uma dessas pessoas fez uma série de testes padronizados de personalidade, que avaliaram até que ponto eram mais ou menos narcisistas. Além disso, eles responderam a algumas perguntas sobre seus hábitos de consumo de pornografia, ou foram capazes de indicar que não a consumiam.

resultados interessantes

Cerca de 80% das pessoas que participaram disseram ter visto pornografia online de propósito em algum momento, e 44% disseram que fazia parte de seus hábitos atuais. Em média, eles consumiram cerca de 85 minutos de pornografia por semana.

Mas a principal descoberta é que foi encontrado uma relação significativa entre a pontuação de narcisismo obtida em testes de personalidade e a quantidade de pornografia vista.

Isso significa, entre outras coisas, que o grupo de participantes que viu pornografia online em determinado momento incluía um número muito maior de narcisistas do que o grupo daqueles que nunca a viram.

Mas, além disso, a correlação entre o grau de narcisismo também correspondeu à quantidade de pornografia vista, ou seja, à forma como essa atividade se integrou ao cotidiano dessas pessoas. Quanto maior a frequência com que essas cenas eram assistidas, maiores as chances de pertencer ao grupo de pessoas com maior pontuação para narcisismo, e aqueles que naquela época continuavam a assistir pornografia eram mais narcisistas do que aqueles que não assistiam mais.

A pornografia nos torna narcisistas?

Aparentemente, esses resultados podem nos levar a acreditar que é o consumo de pornografia que nos faz pontuar mais nesse traço de personalidade. Contudo, lembre-se de que correlação não é o mesmo que causalidade. A partir deste estudo, vimos a descrição do que está lá, mas não sabemos o que produz o quê, em que sentido é causalidade.

Ou seja, pode ser que ver esse tipo de produto nos torne mais narcisistas, mas também pode acontecer, simplesmente, que pessoas narcisistas consumam ou a princípio consumam mais desse tipo de conteúdo na Internet. Para ter uma ideia do que realmente está acontecendo, teremos que aguardar mais pesquisas sobre o assunto.

Artigos relacionados

  • Pessoas narcisistas com traços psicopáticos são mais atraentes, segundo estudo

Deixe um comentário