Os 15 tipos de atitudes e como nos definem

Muitos fatores podem afetar o sucesso ou o fracasso de uma ação. E é que embora tenhamos a possibilidade real de o conseguir, não é a mesma coisa fazer algo que fazê-lo bem: a nossa vontade de o fazer afecta a motivação e a realização, o grau ou mesmo a percepção da tarefa ou da situação .

Não estamos falando sobre algo que é A ou B, mas sim existem muitos tipos de atitudes, Porque é disso que estamos falando, o que eles podem ter a respeito.


    Quais são as atitudes?

    Antes de avaliar diferentes tipos de atitudes, é necessário considerar o que podemos considerar ser a própria atitude.

    Nesse sentido, é chamada de atitude frente ao efeito do conjunto de crenças e valores relativamente estáveis ​​ao longo do tempo na disposição ou tendência para agir de determinada forma ou realizar algum tipo de ação. Isso é um aspecto determinante na realização de uma ação e o tipo de emoção que ela gera esta atividade ou forma de interagir com uma situação ou estímulo específico.

    Uma atitude pode ser mais ou menos generalizada, ser capaz de se referir a uma grande área ou mesmo a um tipo específico de estímulo (É o caso, por exemplo, dos preconceitos étnicos ou raciais).

    A atitude para com o mundo resulta da interação entre fatores biológicos e hereditários (como aptidões ou traços de personalidade, alguns dos quais são favorecidos pela genética de cada sujeito) e fatores ambientais, como a aprendizagem ao longo da vida.

    Eles também podem modificar ativamente por meio de treinamento ou simples exposição ao tópico que gera a atitude, por exemplo associar a atividade em questão com reforços positivos ou negativos com base na experiência.

    Funções de atitudes

    A presença de uma determinada atitude tem quatro funções básicas, conforme proposto por Katz em 1960.

    Em primeiro lugar, têm uma função utilitária ou instrumental, na medida em que lhes permitem empreender e aproximar-se da realização dos objetivos de quem os possui.

    Outra de suas funções é a de conhecer, pois permitem que tantos processar como perceber, mesmo seletivamente, as informações disponíveis no ambiente.

    A terceira das funções básicas das atitudes é a expressão de valores, possibilitando mostrar as crenças por trás da própria ação.

    Por fim, e ligada ao exposto, destaca-se a função de autodefesa, vinculada à preservação da autoestima e do autoconceito ao permitir a autoafirmação e a autojustificação das próprias ações.

    Tipos de atitudes

    É possível encontrar uma grande variedade de tipos de atitudes, Classificados de acordo com vários critérios e sem serem mutuamente exclusivos. Entre eles, podemos ver o seguinte.

    1. De acordo com sua valência afetiva

    Uma das formas possíveis de classificar as emoções é por meio de sua valência afetiva, no sentido de que permitem a valorização do ambiente e da situação. Podemos encontrar os três tipos de atitudes a seguir.

    1.1. atitude positiva

    Um dos tipos de atitude mais favoráveis ​​é a atitude positiva, por meio da qual a situação ou exposição a um estímulo é visualizada de forma a promover uma interpretação positiva e otimista, sejam encontradas dificuldades, direcionando o tema para estimulação ou ação a busca de atingir metas de maneira saudável, Confiante e geralmente disciplinado. Geralmente é contagioso.

    1.2. atitude negativa

    Um tipo de atitude que gera uma visão negativa e pessimista da realidade, geralmente maximizando a experiência aversiva e dando pouco ou nenhum valor aos aspectos positivos da situação. Geralmente gera ação evasiva ou um comportamento queixoso além do racional, o que dificulta o alcance dos objetivos. Como o positivo geralmente é contagioso.

    1.3. atitude neutra

    Pode-se considerar como atitude neutra aquela em que o julgamento e o pensamento não são tingidos de emotividade positiva ou negativa. Isso é um dos tipos de atitude menos comuns e geralmente é exclusivo para pessoas que afirmam ser imparciais em seus julgamentos.

    2. Classificação de acordo com sua orientação para a atividade

    Outro tipo de classificação, que não está em contradição com a anterior, refere-se ao modo como as disposições individuais geram uma abordagem ou orientação concreta para a ideia de exercício de um comportamento ou de uma atividade. Nesse sentido, podemos destacar o seguinte.

    2.1. Atitude proativa

    Tipo de atitude em que se priorizam a ação e a busca autônoma e ativa pela melhoria na realização ou exercício da atividade ou na busca autônoma pela solução dos problemas que possam surgir. É uma espécie de estado de espírito que promove a criatividade e a geração de valor agregadoAlém de buscar o cumprimento dos objetivos atuais e até mesmo buscar novos desafios a serem superados posteriormente. É muito popular no mercado de trabalho.

    2.2. atitude reativa

    Este tipo de atitude também está ligada à ação e à implementação de comportamentos, mas com uma mentalidade mais passiva e dependente na bancada. Uma pessoa responsiva será altamente dependente de instruções e recursos e terá mais dificuldade em lidar com problemas imprevistos, não sendo autossuficiente. Predispõe ao conformismo e à inação se não houver nada que a compele.

    3. Classificação de acordo com a motivação para agir

    Outro tipo de atitude que podemos considerar surge não tanto da forma como nos orientamos para a atividade, mas daquilo que nos motiva a fazê-la. Nesse sentido, podemos encontrar os seguintes tipos de atitudes.

    3.1. atitude interessada

    Este tipo de atitude implica que o que ele busca como sujeito em sua ação é alcançando seus próprios objetivos individuais, Sem levar em conta ou valorizar muito as necessidades dos outros.

    O benefício em si é buscado, seja direta ou indiretamente, e isso pode ser mais ou menos óbvio. Você também pode buscar o benefício de outras pessoas, mas você deve sempre relatar algum tipo de benefício pessoal (mesmo que seja no nível de consideração social). Ela promove outro tipo de atitude que veremos mais tarde, a manipuladora.

    3.2. Atitude abnegada / altruísta

    O sujeito com este tipo de atitude realiza seus atos com o objetivo de gerar um benefício para os outros ou de forma independente que não possa gerar lucros ou mesmo que possa causar prejuízos. Isso é raro, porque a maioria das ações gera benefícios secundários para o próprio sujeito, mesmo que seja no nível psíquico.

      4. De acordo com o relacionamento com os outros

      Além dos próprios objetivos, as atitudes também podem ser categorizadas com base em como a pessoa interage com as outras.

      4.1. Atitude colaborativa / integrativa

      Um tipo de atitude muito útil, promove interação com outras pessoas para que todos possam alcançar seus objetivos e alcançar seus objetivos comuns e individuais.

      4.2. atitude manipulativa

      Este tipo de atitude é aquela que tem aquele que se dirige de forma voluntária e consciente aos outros, reificando-os a fim de obter seus próprios objetivos, favorecer seus interesses ou orientar a situação para um ponto desejado por eles.

      4.3. atitude passiva

      É um tipo de atitude derivada de uma visão negativa da realidade, na qual se apresenta falta de iniciativa e atividade, Não busque uma abordagem para a ação, mas evite-a. A nível pessoal, podem vir a subordinar os seus desejos aos dos outros, ficando dependentes e não defendendo os seus direitos.

      4,4. atitude agressiva

      Como agir e lidar com as situações de forma a defender os próprios direitos independentemente dos alheios, ignorando-os ou subestimando-os se forem contrários as de seu próprio assunto.

        4.5. atitude assertiva

        Um tipo de atitude em que o assunto ele sistematicamente defende suas próprias opiniões e direitos, mas respeita os dos outros e ser flexível para respeitar o outro e deixar espaço para negociação.

        4,6. atitude permissiva

        Esse tipo de atitude está amplamente relacionado à propensão a ser o mais flexível possível, permitir e promover desvios da norma.

        5. Dependendo do tipo de elementos usados ​​para avaliar os estímulos

        Outro tipo de atitude diz respeito à forma como lidamos com a realidade ou ao tipo de aspectos que usamos para avaliar cada situação.

        5.1. Atitude emocional / emocional

        A atitude emocional ou emocional é daquelas pessoas que eles tendem a ser baseados em emoções e valorizando seus próprios afetos e os dos outros. Geralmente são mais generosos, românticos e afetuosos tanto em suas interações quanto na avaliação de situações (às vezes de uma forma que é até contra-racional).

        5,2 atitude racional

        É realizado por pessoas que contam com o uso da lógica e da razão para avaliar a realidade, muitas vezes ignorando aspectos irracionais ou emocionais.

        Referências bibliográficas:

        • Gerd Bohner. 2002. Atitudes e mudança de atitude: psicologia social. Psychology Press.
        • Icek Ajzen. 2005. Attitudes, Personality and Behavior. McGraw-Hill International.
        • Young, K; JC Flügel. “Psicologia das atitudes.” Paidos SA.

        Deixe um comentário