5 traços emocionais que o ajudarão a alcançar seus objetivos

Em muitos lugares você ouve falar sobre desenvolvimento pessoal, mas muito poucas pessoas sabem como alcançá-lo. Isso é normal, porque é uma ideia bastante abstrata, um processo, um caminho percorrido por muito tempo.

Crescer como pessoa é uma tarefa difícil e requer tempo e paciência, sendo que as emoções desempenham um papel crucial para o conseguir. A inteligência emocional é a chave para o desenvolvimento pessoal.


Vamos descobrir as principais características emocionais para atingir nossos objetivos, aspectos que nos permitirão ter um estado emocional ideal para nos melhorarmos como indivíduos e alcançarmos o que nos propusemos.

    10 características emocionais para atingir objetivos

    O desenvolvimento pessoal é algo que se tornou muito popular nos últimos tempos. E isso faz todo o sentido, porque conforme nos é apresentado, esta é a chave para ser uma pessoa feliz, ter sucesso na vida e estar mais bem preparada para os contratempos mais do que prováveis ​​que podem surgir na vida. Mas como fazemos isso? ??Quais são as chaves para o desenvolvimento pessoal? A resposta pode não parecer muito simples.

    O desenvolvimento pessoal bebe muito da inteligência emocional. Ter uma capacidade bem desenvolvida de identificar emoções em si e nos outros é algo que certamente ajuda no nosso desenvolvimento como pessoa. Por isso, podemos dizer que a chave para isso está no mundo das emoções e por isso vamos nos aprofundar nas seguintes chaves emocionais para o desenvolvimento pessoal.

    1. Aproveite a solidão

    É um ponto difícil para muitas pessoas, mas é essencial para que se desenvolvam como pessoas. Estar sozinho é uma ótima experiência para mergulhar em suas próprias emoções, opiniões, desejos e sentimentos., um momento em que podemos conhecer melhor a pessoa mais importante da nossa vida: nós mesmos. É também um ótimo momento para construir autoestima, cuidar de si mesmo e atender às suas próprias necessidades.

      2. Filtre as informações

      Filtrar as informações que chegam até nós é uma chave emocional muito importante, mesmo que à primeira vista pareça ter pouco a ver com nossas emoções. No entanto, a verdade é que a informação é baseada em estímulos que provocam em nós respostas emocionais e, portanto, saber como filtrar é também selecionar o que queremos que nos afete emocionalmente.

      Por isso, devemos filtrar a informação e abrir mão daquela que nos faz crescer, afastando de nós aquela que é tóxica ou que nos bloqueia. Portanto, se necessário, é aconselhável deixar o celular desligado, para não assistir ao noticiário na TV ou para se desconectar da rede. Se suas postagens causam emoções que nos impedem de desenvolver, por que queremos saber essa informação?

      3. Expresse suas emoções abertamente

      Vivemos em uma cultura em que expressar nossas emoções às vezes é visto como um sintoma de fraqueza.. Como sociedade, devemos aprender que, desde que falem de forma assertiva e para se aprimorarem, dizer o que sentimos não deve ser interpretado como algo errado.

      Se algo está nos incomodando ou se discordamos de algo que um chefe ou colega de trabalho disse ou fez, precisamos dizer isso controlando nosso tom e aproveitando a energia de nosso mal-estar para mudar as coisas. , de preferência para sempre.

        4. Autoconhecimento

        Intimamente relacionado à chave acima, uma ação obrigatória para crescer como pessoa é praticar o autoconhecimento. Na verdade, para alguns, é o primeiro passo emocional no desenvolvimento pessoal. Precisamos uma tentativa de introspecção profunda respondendo às seguintes perguntas, cuja resposta irá, sem dúvida, melhorar-nos:

        • Quem sou eu? O que você gostaria de ser?
        • Onde estou? Onde eu gostaria de estar?
        • O que posso fazer para conseguir isso?
        • Quais são meus pontos fortes? E quanto aos meus pontos fracos?

          5. Paciência

          O desenvolvimento pessoal é um pouco cobiçado por todos, mas como tudo de bom nesta vida, está muito atrasado.. Crescer como pessoa não é algo que aconteça da noite para o dia, mas é um processo onde o indivíduo descobre seus pontos fortes, fracos, o que deseja da vida e como chegar lá. Como em qualquer processo, haverá altos e baixos, crises de identidade e momentos de baixo moral, mas se você for consistente e tiver paciência, será uma questão de tempo até que o desenvolvimento pessoal se estabeleça.

            6. Pare de fingir que agrada a todos

            Tentar agradar a todos é física e psicologicamente desgastante, além de uma perda de tempo. É difícil reconhecer, mas temos que aceitar – nem todos podem ser amados. Sempre encontraremos pessoas de quem não gostamos, da mesma forma que nos encontramos com pessoas que, sem nos terem feito mal, não suportam.

            Se vivemos de acordo com as expectativas e gostos dos outros, não somos genuínos. É natural querer que os outros gostem de nós, mas tudo tem um limite. Se chegar um momento em que tivermos de abrir mão de partes importantes de nossa personalidade para agradar a outra pessoa, pararemos de viver nossa vida e de viver a vida de outras pessoas.

              7. Pense positivo

              Pensar positivamente é um clássico em todos os livros e guias de autoajuda para crescer como pessoa, e é por isso que alguns podem considerá-lo uma recomendação vazia. É verdade que pensar positivamente não garante que teremos sucesso em tudo o que fizermos, seria uma ingenuidade acreditar que sim. Na vida existem momentos de sucesso e momentos de fracasso, mas é a nossa atitude que pode fazer a diferença.. Os momentos frutíferos serão ainda mais se adotarmos uma postura positiva, vendo o copo meio cheio em vez de meio vazio.

              8. Mais comparações

              As comparações são desagradáveis, especialmente se somos nós que nos comparamos aos outros. É normal se comparar porque no final as pessoas têm referências e você quer ser como elas, mas você tem que entender isso quando o fazemos, desperdiçamos muita energia, a mesma energia em que poderíamos investir para crescer como pessoas em todos os sentidos.

              Para dar um exemplo muito básico: queremos estar em boa forma e sempre nos comparamos a influenciadores que são muito fibrosos. Em vez de passar horas no Instagram conversando sobre perfis de pessoas em forma, podemos passar esse tempo na academia e entrar em forma ao mesmo tempo.

                9. Empatia

                Você não pode crescer como pessoa se não for uma boa pessoa. A falta de empatia é um grande obstáculo ao nosso desenvolvimento pessoal. Saber como se colocar no lugar dos outros é essencial, na verdade, podemos dizer que a empatia é uma das qualidades mais importantes em nossa vida e a base da inteligência emocional. Devemos nos esforçar para admitir as emoções dos outros, para aplicar a escuta ativa, para entender o que está acontecendo com aqueles que se preocupam conosco, para compreender seus pensamentos e sentimentos, mesmo o que não expressamos verbalmente.

                  10. Crie relacionamentos sociais saudáveis

                  Finalmente, deve-se notar que uma chave emocional para o desenvolvimento pessoal é saber como criar relacionamentos sociais saudáveis. Amigos, família, companheiro … Todos esses relacionamentos podem influenciar muito nosso humor. e conseqüentemente intervir em nosso sucesso pessoal pela motivação. Por exemplo, um relacionamento tóxico, no qual há gritos, culpas e comentários azedos, não nos ajudará a crescer como pessoas porque ficaremos frustrados, irritadiços e sempre murmuraremos algo errado que deu errado.

                  A melhor maneira de construir relacionamentos saudáveis ​​é desenvolver habilidades de resolução de conflitos, comunicar com segurança como nos sentimos e tomar a decisão de encerrar um relacionamento. relacionamento, se necessário, mesmo que seja uma medida extrema. Mesmo que nos machuque, se um membro da família, amigo ou parceiro se comportar mal conosco ou não fizer nada por nós, é melhor se livrar desse relacionamento e tentar viver sem ele. Não podemos crescer como pessoas se estivermos sofrendo por causa de alguém agindo como um fardo em nossas vidas.

                  Referências bibliográficas

                  • Sadri, G. (2012). Desenvolvimento de inteligência emocional e liderança. Gestão de pessoal público, 41 (3), 535 – 548.
                  • Brandtstadter, J., Krampen, G. e Greve, W. (1987). Controle do Desenvolvimento Pessoal: Efeitos na Percepção e Avaliação Emocional do Desenvolvimento Pessoal na Idade Adulta. International Journal of Behavioral Development, 10 (1), 99-120.
                  • Mark Donati e Mary Watts (2005) Desenvolvimento Pessoal em Treinamento de Conselheiros: Rumo a um Esclarecimento de Conceitos Inter-relacionados, British Journal of Guidance & Counseling, 33: 4, 475-484.

                  Deixe um comentário