Os 10 traços de personalidade de um líder

Quais são os traços de personalidade que definem um líder? Em qualquer organização, há objetivos a serem alcançados, e a existência (ou não) de pessoas liderando outras é uma das chaves para fazer as coisas funcionarem.

Grupos humanos (empresas, partidos políticos, sindicatos …) são caracterizados por muitos investimentos tempo e esforço para identificar e desenvolver os líderes do futuro. A importância nesta fase geralmente está voltada para a detecção de perfis com bom potencial em termos de atributos intelectuais, comunicativos e até físicos. Essa visão pressupõe que haja um número conhecido de traços pessoais que um líder deve possuir, traços que podem ter sido bem definidos.


Os traços de personalidade do líder

A caracterização das competências do líder tem sido estudada a partir de testes pessoais e também através da observação do comportamento em contextos de grupo. Esta linha de estudo conseguiu correlacionar quase todas as traços de liderança.

A seguir, resumimos os dez traços de personalidade mais prevalentes em pessoas com alta capacidade de liderança de acordo com essas pesquisas.

1. Habilidades de comunicação

A comunicação deve funcionar em duas direções: expressar ideias, instruções e opiniões de forma clara e assertiva e fazer com que a mensagem seja ouvida e compreendida. Um líder também tem a capacidade de saber ouvir e levar em consideração todas as opiniões, individuais e coletivas, que lhe chegam.

2. Inteligência emocional

Os pesquisadores Salovey e Mayer (1990) inicialmente caracterizaram a inteligência emocional como “a capacidade de lidar com as próprias emoções e sentimentos e os dos outros, de discernir esses sentimentos e de usar essa informação para corresponder – com ações específicas”. Os sentimentos mobilizam o sujeito, por isso a inteligência emocional é um traço fundamental do líder.

3. Capacidade de determinar metas e objetivos

Liderar um grupo requer conhecimento qual deve ser o roteiro para guiá-lo. Sem metas e objetivos específicos, o esforço pode ser infrutífero e o grupo pode se sentir frustrado. As metas devem ser consistentes com a capacidade do grupo: não é eficaz definir metas inatingíveis.

4. Capacidade de planejar e desenvolver

Uma vez que as metas são definidas, é essencial desenvolver um plano para alcançá-las. Este plano deve planeje todas as ações a serem tomadas, Os tempos, as pessoas que têm que fazer, os recursos que vão ser usados ​​…

5. Autoconhecimento pró-ativo

Um bom líder deve ser ciente de suas virtudes e deve aproveitar ao máximo. Obviamente, ele também está ciente de suas fraquezas e acha difícil tentar melhorar a si mesmo.

6. Desenvolvimento pessoal e apoio de pares

Um líder é capaz de crescer enquanto ajuda os outros a se desenvolverem. Para melhorar, você não precisa fazer isso “defensivamente”; ele não é um escravo de seu papel no grupo ou de sua reputação. Ajuda a desenvolver o grupo ensinando outras pessoas, delegando tarefas e criando espaços de ação e comunicação para que os outros se sintam úteis e valorizados.

7. Inovação

Ele vai tentar encontrar maneiras novas e melhores de fazer as coisas. Essa característica é fundamental no contexto de uma sociedade que avança em ritmo acelerado, com constantes mudanças em tecnologia, comunicação e alta competitividade.

8. Responsabilidade

Ele está ciente de que sua posição no grupo lhe dá poder, e sabe como usar para o benefício de todo. Ele não é egoísta; usa sua posição para ativar processos e energizar potenciais.

9. Informação

Um bom líder deve ser informado. Nenhuma empresa pode sobreviver sem líderes que saibam como gerenciar informações. Saber como processar informações, interpretá-las de maneira correta e inteligente e, em seguida, usá-las da maneira mais útil e criativa, É uma habilidade chave.

10. Carisma

Este último ponto é controverso. Alguns autores acreditam que o traço carisma possui definições muito díspares, e que dependendo de qual delas for utilizada, será uma característica presente em pessoas com capacidade de liderança, ou não. E é que, de fato, parece que existem até algumas características faciais comuns entre os líderes.

Definindo o conceito como a capacidade de atrair e provocar bons sentimentos, ganhar atenção e ser gentil e empático aos olhos dos outros, o carisma é uma característica crucial em um bom líder. O carisma pode ser formado pela socialização e pela demonstração de interesse genuíno pelas pessoas. Carisma está ligado à ausência de egoísmo, Um fator determinante para perceber uma pessoa como líder.

Referências bibliográficas:

  • Goleman, D. (2013). O poder da inteligência emocional. Madrid: Ediciones B.

  • Molero, F. e Morales JF (2011). O líder e seu grupo: visões atuais sobre liderança. Madrid. Publishing Alliance.

  • Sánchez Vázquez, JF (2010). Liderança: teoria e aplicações. Pontifícia Universidade de Salamanca.

Deixe um comentário