Os 6 tipos de comunicação organizacional

Os processos de comunicação são parte essencial não só das relações sociais, mas a nível organizacional, no contexto empresarial. A comunicação organizacional ajuda a transmitir e receber mensagens e a manter a coesão do grupo e do trabalho entre os trabalhadores.

É por isso que cada vez mais empresas estão optando por contratar pessoas para gerenciar, estimular e melhorar a comunicação dentro da empresa. Existem diferentes tipos de comunicação organizacional, Dependendo de certas configurações. Vamos ver no que cada um deles consiste.


    Comunicação dentro e fora da empresa

    A comunicação organizacional é que comunicação que é dada às empresas, seja por meio de seus funcionários ou em relação ao contexto organizacional. Inclui todas as mensagens, comportamentos e atitudes que são emitidos no contexto de trabalho, a fim de transmitir uma ideia, um objetivo, uma tarefa, etc. Também tem a ver com a identidade da empresa.

    Assim, é uma parte essencial de qualquer negócio, pois através de uma comunicação organizacional eficaz é possível criar um ambiente de trabalho adequado, bem como manter todos os seus membros informados sobre os assuntos relevantes, necessários para o desenvolvimento eficaz do negócio do trabalho.

    Por isso, é muito comum hoje encontrar um profissional inteiramente dedicado ao desenvolvimento desta área, através da criação de estratégias e da implementação de processos e ferramentas que facilitem a comunicação fluida entre os trabalhadores da empresa.

    Por sua vez, esses profissionais de comunicação também trabalham a imagem que a empresa projeta externamente, Na sociedade ou no tecido comercial (moldando a sua identidade corporativa, a sua “marca”); ou seja, eles são responsáveis ​​por gerenciar as mensagens que a empresa entrega e como ela as entrega (seja por meio de mídia social, publicidade etc.).

    Tipos de comunicação organizacional

    Dependendo do tipo de comunicação (em particular, o nível de comunicação, seja dentro ou fora da empresa), existem dois tipos de comunicação organizacional: interna e externa. Vamos descobrir o que cada um é, além de seus subtipos:

    1. Comunicação interna

    A comunicação interna de uma empresa é aquela que se realiza dentro dela, entre os seus colaboradores. Este isso é feito por meio de reuniões, comunicados de imprensa, manuais de boas-vindas, brochuras, Etc. Por sua vez, encontramos diferentes tipos de comunicação organizacional interna, dependendo dos parâmetros de classificação que usamos:

    1. 1. De acordo com seu grau de formalidade

    Dependendo de seu caráter ou tipologia (ou grau de formalidade), a comunicação organizacional interna pode ser de dois tipos: formal e informal.

    Comunicação organizacional interna formal é constituído por todas aquelas mensagens que são enviadas e recebidas entre os trabalhadores da empresa, por atos oficiais, como reuniões, assembleias … Ou seja, é uma comunicação que tem um carácter mais “oficial”.

    São informações que costumam ser registradas, por meio de atas de reuniões, por exemplo. É por isso que você pode ir lá se precisar.

    Comunicação organizacional interna informal é o que tem um caráter menos formal, menos oficial; ou seja, engloba situações de interação entre os membros de uma empresa, quando eles estão conversando e trocando mensagens ou impressões durante o intervalo, por exemplo.

    Isso geralmente é comunicação oral; é aquele que promove um bom ambiente de trabalho.

    1.2. De acordo com a direcionalidade da informação

    Assim, a comunicação interna também pode ser de três tipos, se considerarmos o critério da direção em que segue o fluxo de informações: para cima, para baixo e horizontal. Para que a comunicação dentro de uma empresa seja eficaz e produtiva, estes três tipos devem ser dados: ascendente, descendente ou horizontal.

    O primeiro dos tipos de comunicação organizacional interna de acordo com sua direcionalidade é a comunicação de baixo para cima: é a comunicação que se transmite “de baixo para cima”, ou seja, de trabalhadores (“trabalhadores”) a seus chefes de departamento, chefes de setor e gerentes. Em outras palavras, é a informação comunicada pelos escalões inferiores aos escalões médios e superiores (em nível hierárquico).

    Como ocorre esse tipo de comunicação? Por meio de diversos canais e ferramentas: reuniões, formulários de sugestões, pesquisas, entrevistas, etc.

    A comunicação interna descendente é “descendente”Ou seja, de chefes ou gerentes a seus trabalhadores. Ou seja, no nível hierárquico, são as informações transmitidas por trabalhadores de alto escalão para os níveis médio e inferior.

    Isso é feito por meio de reuniões, telefonemas, cartas, brochuras, relatórios, discursos, instruções (orais ou escritas), etc.

    Finalmente, o terceiro dos tipos de comunicação organizacional de acordo com sua direcionalidade é a comunicação horizontal; Este ocorre entre colegas da mesma posição ou nível hierárquico (Por exemplo, entre chefes de departamento, chefes de setor, trabalhadores, etc.).

    Como os anteriores, pode tomar diferentes canais ou rotas; reuniões, discussões informais com colegas, chamadas, e-mails, etc. Este tipo de comunicação ajuda a promover a coesão entre trabalhadores e equipamentos, melhorando o seu trabalho e as relações pessoais.

      2. Comunicação externa

      O segundo tipo de comunicação organizacional, dependendo do nível em que ocorre, é a comunicação externa; isto engloba os processos de comunicação que decorrem para a promoção da empresa no estrangeiro.

      Tem mais a ver com questões de publicidade, a imagem projetada da empresa, mídias sociais, etc. Também permite conhecer a opinião de pessoas de fora da empresa, da própria empresa (ou seja, o que a empresa pensa da empresa).

      Assim, forma-se uma comunicação externa, além de propagandas, press releases, press releases, brochuras informativas, etc.

      Componentes

      Existem três componentes ou elementos em qualquer ato de comunicação, nos diferentes tipos de comunicação organizacional. Esses três elementos fazem parte da comunicação; são elementos fundamentais que influenciam todo o processo e permitem que o mesmo se desenvolva. Nós estamos falando sobre:

      1. Pessoas

      São as pessoas que se comunicam dentro da empresa, ou que facilitam seus processos de comunicação (na comunicação externa, por exemplo). No caso de um processo de interação humana, é claro que as características das pessoas irão influenciar o ato e o processo de comunicação (Como as informações são transmitidas, quais informações são selecionadas, como são recebidas, etc.)

      Ou seja, vai influenciar o estado de espírito, a personalidade, as relações com os colegas (tipo, frequência, etc.) da pessoa, a sua posição ou nível hierárquico na empresa, etc.

      2. Conteúdo

      O conteúdo de qualquer ato de comunicação eles têm a ver com os objetivos que buscam alcançar por meio da disseminação de certas mensagens, Bem como com o remetente e o destinatário dos mesmos, os canais ou canais de comunicação utilizados, etc. Tudo isso vai influenciar, como o componente anterior, no que se consegue com esse ato de comunicação e no resultado final desse processo.

      3. Meio Ambiente

      Por fim, o ambiente refere-se ao estágio em que ocorre a comunicação; quer dizer, na própria organização, mas também nos seus espaços específicos (escritório, refeitório, elevador, etc.). O ambiente é um componente que influencia e também afeta a comunicação, influenciando os remetentes e destinatários das mensagens e vice-versa (ou seja, as pessoas podem também influenciam o meio ambiente).

      Referências bibliográficas:

      • Hogg, M. (2010). Psicologia Social. Vaughan Graham M. Panamericana. Postado pela Panamericana.
      • Oliveras, EF (2017). Tipos de comunicação organizacional na empresa. Grupo P&A.

      Deixe um comentário