As 7 atitudes mais populares durante uma entrevista de emprego

Em uma sociedade em que os bolsões de desemprego continuam aumentando, as certificações acadêmicas e o histórico do programa perdem importância na hora de selecionar um dos candidatos.

Atitude e valores da pessoa que aspira ocupar um emprego torna-se critério essencial para escolher a pessoa que melhor corresponde ao Filosofia de negócios e que terá mais facilidades para funcionar bem na dinâmica típica de trabalho da organização.


7 atitudes positivas (e valorizadas) durante as entrevistas de emprego

Embora as habilidades e aptidões ainda sejam essenciais para julgar candidatos e selecionar aqueles que atendem aos requisitos. treinamento e experiência mínimos, Está no Habilidades onde o fator determinante é realmente encontrar um lugar na organização desejada. Pessoas com um currículo adequado para o trabalho podem ser muito menos produtivas do que o esperado se sua aptidão emocional e estilo de trabalho não corresponderem ao contexto profissional.

Os recrutadores de RH sabem disso e tendem a dar grande importância à atitude dos aspirantes. em um lugar. Assim, mostrar um repertório de atitudes inadequadas de um trabalhador da empresa pode significar ser relegado a um segundo ou terceiro lugar no pódio dos melhores candidatos, ou ainda pode significar a exclusão do processo na falta de melhor candidatura.

Além disso, a equipe de recursos humanos sabe que escolher um candidato puramente por seus méritos e, em seguida, internalizá-lo nos valores e atitudes necessários para funcionar bem é um processo lento e caro que não precisa ser concretizado. Por isso, consideram cada vez mais que esses elementos de atitude devem estar presentes desde o início em cada candidato antes de integrá-los à organização.

O que você deve evitar para agradar uma empresa?: “As 10 desculpas que as pessoas improdutivas sempre usam”

Por que é útil prestar atenção às atitudes mais populares em uma entrevista?

Como se trata da entrevista de emprego presencial o cenário em que teremos que tornar visível nossa faceta mais próxima das atitudes valorizadas pelos recrutadores, é bom ter clareza sobre algumas delas e treinar minimamente para as suas externalização.

Obviamente, se essas atitudes estão muito distantes de nosso temperamento e de nossa personalidade, é estéril mostrar que fazem parte de nós. Mas se não, vale a pena não deixar que o nervosismo e o protocolo nos atrapalhem, nos façam agir contra a natureza e sirvam de barreira durante a entrevista de emprego, afastando-nos do nosso objetivo.

Ter em mente que precisamos nos mostrar como somos também envolve reconhecer quais são essas atitudes que nos definem e que são valorizadas em uma entrevista de emprego. Isso nos impedirá de negligenciar sua exteriorização.

Em quais trabalhos a atitude é mais valorizada?

Em geral, a importância da atitude como variável a ser levada em consideração na seleção do candidato ideal aumenta à medida que a posição escolhida é mais importante no organograma. Assim, durante uma entrevista de emprego, se candidatar a uma posição na base da cadeia de comando gastará menos tempo examinando aspectos relacionados à afetividade e atitudes, enquanto o inverso acontecerá. Ao procurar alguém com muita capacidade de tomada de decisão e pessoas. no comando.

Ao procurar um gerente, por exemplo, na maioria das vezes, a entrevista de emprego pode parecer uma conversa amigável: É o espaço em que o agente de seleção julga a idoneidade do candidato em termos de valores, motivações e atitudes.

Atitudes a serem mostradas durante uma entrevista de emprego

Embora algumas das atitudes valorizadas dependam do local de trabalho, há algumas que são comuns a todos os casos em que se escolhe ter alguma margem de manobra. Essas sete atitudes são:

1. Assertividade

Isso é a capacidade de comunicar aspectos importantesSeja positivo ou negativo, com firmeza, mas sem ser ofensivo. Uma pessoa assertiva nunca registra informações relevantes por medo de magoar seu interlocutor.

A falta de assertividade pode levar a problemas que se acumulam sem que os superiores saibam que eles existem e, portanto, reduz a produtividade. Uma boa maneira de ter confiança em uma entrevista de emprego é falar abertamente sobre as expectativas profissionais e o que se espera da organização em questão.

2. Curiosidade

A curiosidade é exteriorizada no amostras de interesse na organização à qual se aspira pertencer. Uma pessoa curiosa será capaz de ir além de seus objetivos profissionais imediatos e, portanto, terá maior probabilidade de aprender rapidamente a trabalhar na empresa.

Além disso, primeiro você detectará possíveis problemas que passaram despercebidos por outras pessoas. No entanto, você não deve deixar essa curiosidade se transformar em interferência no trabalho de outros.

3. Bondade

No contexto profissional, é muito fácil que as diferentes responsabilidades e a divisão do trabalho conduzam a falhas de comunicação, desgaste profissional ou tensão. O tratamento amigável de todas as pessoas não só é apreciado por razões óbvias que vão além da esfera profissional, mas também serve para manter um clima organizacional adequado onde ter que interagir com muitas pessoas não é visto como uma fonte de conflito.

Além disso, todos os membros da organização devem receber o mesmo tratamento justo, tanto por razões éticas quanto para não criar grupos fechados.

4. Proatividade

Uma atitude proativa pode ser reconhecida mesmo em pessoas que falam uma língua que não é familiar para nós. Uma pessoa pró-ativa entende que a entrevista de emprego é um espaço de diálogo, E não uma conferência personalizada em que cada pessoa envia mensagens unilateralmente.

Além do campo comunicativo, a pró-atividade se traduz na facilidade de propor soluções e prover coisas que não se esperam de nós.

5. Espírito prático

Exceto em posições muito específicas, a maioria das organizações tende a valorizar praticidade do que a teorização de problemas e soluções. Isso significa que o aspirante deve se tornar uma pessoa realista, com os pés no chão, que não se distrai constantemente com abordagens abstratas.

Durante a entrevista de emprego, isto significa que estará mais interessado nas áreas de intervenção material da organização do que na sua filosofia (uma vez que esta é acessível pela primeira).

6. Atitude receptiva

Os candidatos devem ser proativos, mas também devem saiba quando escutar. Isso obviamente significa que as pessoas não devem ser interrompidas ao falar, mas também deve ser claro quando se trata de reconhecer diferentes autoridades e reconhecer sua autoridade ao falar sobre seu campo profissional.

7. Orientação para resultados

O aspirante deve mostrar interesse em saber quais são os objetivos finais da organização, E assegure-se de que sua atividade se concentre nesses fins e não em outros. Durante a entrevista de emprego, trata-se de falar sobre experiências profissionais anteriores, enfatizando a importância dos objetivos determinados de forma objetiva e não abstrata.

Deixe um comentário