50 dicas para começar e começar seu próprio negócio

Começar seu próprio negócio pode ser uma das situações mais gratificantes que você pode vivenciar na sua vida, mas também pode ser uma etapa difícil, que exige muito esforço e trabalho.

Na maioria dos casos, o sucesso ou o fracasso é determinado por como e quando concluir o projeto, E conheça os passos para acertar.

Table of Contents

Dicas para começar um negócio

Para ajudá-lo com o processo, você encontrará abaixo 50 dicas para saber para começar seu novo negócio da melhor maneira possível. Vamos começar!

1. faça um plano de negócios realista

É importante ter aspirações e objetivos a alcançar, no entanto seu plano de negócios deve ser realista. Portanto, analise bem a situação e seja honesto e razoável.

2. Comece a trabalhar

É ótimo ter ótimas ideias e sentir o que você quer fazer. Mas para fazer seus objetivos acontecerem, você precisa agir. Se você não estiver no mercado, não terá clientes. Então pare de tentar … e comece o negócio! Sem procrastinação.

3. Pense no cliente

É importante analisar bem o cliente: saber o que, quando ou quanto ele está comprando. Você precisa saber que não está vendendo o que deseja, mas o que as pessoas estão comprando. Um negócio não é algo fechado em si mesmo, mas é importante que você preste atenção a tudo o que está acontecendo ao seu redor, na sociedade e em seu país.

4. Foco na qualidade

E quando você pensa no cliente, a qualidade está em primeiro lugar. Se você deseja que os clientes voltem, ignore este conselho e concentre-se na qualidade.

5. Concentre-se no que você é apaixonado

Começar um negócio apenas para ganhar dinheiro pode não ser uma boa opção, então pense no que o motiva. Administrar uma empresa pode ser muito exigente e, se você não gosta do que está fazendo, pode jogar a toalha logo.

6. Pesquise a competição

Quando você deseja iniciar um negócio, você precisa analisar a concorrência. Desta forma é possível saber qual a concorrência que você tem e o que ela está fazendo bem. Esta informação será muito valiosa para você.

7. Impostos? Contratos? Papelada? … Não seja desencorajado

Regular incêndios, obtenção de alvará, impostos, papelada … são procedimentos e burocracias que podem assustar e desmotivar qualquer pessoa. Esse é um obstáculo que deve ser superado, então não deixe que esses obstáculos o sobrecarreguem..

8. Dê tempo ao projeto

Definitivamente, seu projeto precisa de tempo para ser executado, portanto, não espere sucesso imediato.. Você tem que ir passo a passo e estar atento. Ninguém consegue em 24 horas.

9. Mergulhe no mundo 2.0

O modelo de negócios mudou nas últimas décadas e agora vivemos na era digital. Aproveitar as oportunidades que o mundo 2.0 nos oferece (por exemplo, abrir um e-commerce ou usar ferramentas de marketing digital) pode ser crucial para o sucesso ou não do nosso negócio.

10. Descubra mais sobre ajuda para empreendedores

Se você não tem um capital significativo para iniciar seu projeto, você deve se informar sobre subvenções ou subsídios concedidos por instituições locais ou estaduais.

11. Entre em contato com vários fornecedores

Você não se contenta com apenas um fornecedor. Contate vários deles e aceite a melhor opção. Talvez você até possa negociar com eles.

12. Se você não pode contratar trabalhadores, encontre outras maneiras de obter talentos

Se você não pode ter funcionários nos primeiros meses, procure outras fórmulas não monetárias para atrair talentos. Por exemplo, conseguir redatores em troca de sua própria publicidade.

13. Sua ideia de negócio pode evoluir

Você precisa ser flexível quanto à sua ideia de negócioPorque, uma vez no mercado, você pode descobrir que há opções que são mais lucrativas do que você esperava. Não tenha medo de mudar sua ideia original se isso te beneficiar. Preste atenção à máxima: “Adapte-se ou morra”.

14. Pense nas pessoas que você conhece

Pessoas que você conhece podem ajudar, Quer pela experiência profissional anterior, quer pelas diferenças de pontos de vista. Você sempre pode oferecer algo em troca e se beneficiar do conhecimento deles sobre tópicos que você não está familiarizado. Pense também em sua rede de contatos no LinkedIn, você pode ter conhecidos com quem criar sinergia.

15. Seja otimista, mas cuidado

Os empreendedores tendem a ser muito otimistas, Embora os resultados possam demorar mais do que o esperado. As coisas estão sempre mais caras e a receita virá mais tarde do que o esperado. Portanto, vincule tudo e, se necessário, mantenha essa margem de erro em mente.

16. Nem sempre diga sim

Pense cuidadosamente sobre as etapas que você vai tomar. Eles podem apresentar uma proposta suculenta de curto prazo que pode prendê-lo para sempre. Pense bem nas consequências e lembre-se de que este é o seu projeto.

17. Nas vendas iniciais, o importante não é o dinheiro

Você pode estar interessado em ganhar dinheiro, mas deve pelo menos pensar menos sobre o benefício econômico e mais no que você pode aprender ou na satisfação do cliente.

18. Treinar e treinar

Talvez sua ideia seja ótima, mas você nunca recebeu treinamento específico para abrir e administrar um negócio. Existem muitos cursos para empresários que podem ser muito úteis.

19. Seus funcionários também devem fazer parte do seu sucesso

Se você iniciou seu novo projeto com uma equipe de trabalhadores, você precisa saber que grande parte do seu sucesso é seu. Compartilhe-os com suas histórias de sucesso.

20. Pense em branding

Embora marketing e branding estejam intimamente relacionados, eles não são exatamente os mesmos. Enquanto o marketing é usado para analisar, planejar e promover ativamente um produto ou serviço, a marca é a expressão ou valor de uma marca no mercado, ou seja, o que vai construir a fidelidade, os clientes e o que vai criar confiança. Portanto, gaste tempo trabalhando na estratégia de marca.

Artigo relacionado: “Marca Pessoal para Psicólogos na Internet e Redes Sociais”

21. … e faça do seu produto uma experiência do cliente

O branding é positivo porque permite que o cliente se identifique com a marca e alcance seu lado emocional. Mas também também é possível criar experiências sensoriais em sua oferta (O seu produto ou o seu local), de forma a conquistar os sentidos dos seus consumidores. Por exemplo, se você está vendendo roupas, use música ou cores que tocam o coração do cliente e inundam seus sentidos.

Artigo recomendado: “Marketing Emocional: Tocando o Coração do Cliente”

22. Encontre colaboradores

Você não precisa apenas gastar seu tempo procurando fornecedores, você também pode pesquisar colaboradores em potencial, por exemplo, universidades, centros de tecnologia ou empresas.

23. Encontre fontes de financiamento

Além de possíveis concessões, você pode ir a investidores para ver se eles estão interessados ​​em seu produto ou serviço.

24. Ouça o que os investidores têm a dizer

Ouça o que os investidores em potencial podem lhe dizer, Porque terão a opinião deles sobre o seu negócio. Não significa que você siga exatamente o que eles dizem, mas servirá como um comentários.

25. Preste atenção às condições de pagamento

Você precisa ter cuidado com seus prazos de pagamento e acompanhar os pagamentos de seus clientesCaso contrário, você corre o risco de ficar sem dinheiro.

26. Gaste tempo com o nome

Se a marca é importante, uma boa reputação também o é.. Portanto, reserve um tempo para encontrar um nome curto e agradável que se encaixe na imagem da sua empresa. Além disso, você também deve prestar atenção se o nome está registrado e se o domínio nas redes sociais não está em uso.

27. Registre a marca

Assim que tiver o nome, lembre-se de salvá-lo para evitar problemas quando o negócio já estiver operacional. Vá para o Registro de Nomes Comerciais e Patentes para deixar este ponto concluído.

28. Faça um orçamento

Fazer um orçamento. Isso lhe dará uma ideia clara de quanto dinheiro você precisará, por exemplo, para criar um plano de marketing ou comprar máquinas.

29. Analise quanto você está investindo

Você deve determinar os custos de forma realista e se você planeja fazer investimentos adicionais, saiba quais são os preços padrão do mercado. Isso permitirá que você tenha mais controle sobre o seu negócio e obterá informações relevantes para os investidores.

30. Cubra suas costas

Quando se trata de economia, você precisa cobrir seus ombros. Isso significa que você está calculando o caixa por mais de três meses. Dessa forma, você evitará problemas financeiros.

31. Decidir sobre a estrutura legal

Você tem que decidir sobre a estrutura jurídica. Por exemplo, você vai ser o único proprietário ou vai ter um parceiro? ou você vai se tornar uma cooperativa? Você deve ter esses tipos de problemas bem definidos.

32. Use recursos gratuitos

Nem tudo precisa ser gasto gastando dinheiro ao iniciar seu negócio. Você também pode usar recursos financeiros. Por exemplo, mídias sociais ou ferramentas com versões de teste.

33. Certifique-se

Lembre-se de ter seguro adequado para o seu negócio. Dependendo da empresa, haverá diferenças na oferta de seguros.

34. A localização pode determinar o sucesso do seu negócio

Se você tem um negócio cara a cara, escolha o local certo, pois isso pode ser a chave para o sucesso do seu negócio.. Por exemplo, que está acessível a clientes potenciais ou que está localizado em uma área onde há uma demanda por seu produto ou serviço.

35. Ignore pessoas pessimistas

Ao longo da sua vida você sempre encontrará pessoas negativas que tentarão arruinar seus sonhos. Lembre-se de que o projeto é seu, portanto, ignore qualquer crítica não construtiva.

36. Vá em frente e não desça

Pode ser que inicialmente sua ideia seja rejeitada pelos investidores ou seja difícil para você começar no tópico de vendas. Não desça e faça os ajustes necessários se houver algo que você possa melhorar.

37. Forneça um bom atendimento ao cliente

Dizem que o cliente está sempre certo e, embora essa frase nem sempre seja verdadeira, é o cliente que, em última análise, comprará nosso produto ou serviço. portanto tente fazer um bom favor a ele.

38. Comunique-se com parceiros e evite conflitos desnecessários

Se você tem parceiros, pode ter conflitos e desentendimentos com eles em algum momento. Resolva quaisquer problemas que possam surgir o mais rápido possível, caso contrário, isso terá um efeito negativo no desempenho do seu negócio.

39. Crie um bloco

Considere seriamente ter um blog ou site para que você possa interagir com seus clientes e criar uma identidade digital para você ou sua marca.

40. Lealdade ao cliente

Os clientes são muito exigentes e, portanto, precisam se sentir valorizados. Com isso em mente, é possível empregar diferentes estratégias para recuperá-los no futuro. Por exemplo, dar a eles um cupom para sua própria compra.

41. Cerque-se de pessoas com bons conselhos

Se em um ponto anterior falamos em ignorar pessoas pessimistas, saiba que você pode prestar atenção aos bons conselhos de certas pessoas. Contudo, lembre-se que você tem a última palavra.

42. Use a rede

Networking é uma prática comum em negócios e empreendedorismoPorque permite fazer novos contactos que podem trazer um verdadeiro valor acrescentado ao seu negócio. Sempre que você pode comparecer a esses tipos de eventos.

43. Contrate (ou junte-se a) pessoas para complementá-lo

Mesmo que o projeto seja seu, você não quer fazer tudo sozinho. Se você vai contratar funcionários, escolha aqueles que o complementam, pois isso permitirá que os talentos de cada indivíduo da equipe se complementem para criar um produto final que você pode não ter alcançado individualmente e, além disso, pode oferecer novas oportunidades de negócios que não seriam possíveis se você quisesse começar sozinho.

44. Sua vida social mudará

O empreendedorismo levará muito tempo em sua vida. Portanto, pelo menos desde o início, você deve estar ciente de que sua vida social vai mudar.

45, nem todos os projetos são viáveis

Apenas 5% dos projetos são viáveisPortanto, não aposte tudo em um número. Por exemplo, o fundador da “Uber”, uma das empresas mais bem-sucedidas dos últimos anos, admitiu abertamente que antes de seu negócio ter sucesso, ele caiu repetidas vezes antes que tudo corresse bem para ele.

46. ​​Aproveite os comentários da mídia social

Se você seguir o conselho que dei e decidir usar o World 2.0 ou começar um blog, o feedback do cliente será de grande ajuda para você. Por exemplo, você pode descobrir se gosta ou não do seu novo produto.

47. Não tenha pressa em crescer mais alto

Em vez de atingir rapidamente sua meta de negócios, você deve valorizar as pequenas realizações que realiza. Se você tem um jornal digital e quer ser um dos jornais mais lidos em seu país, aprecie positivamente o aumento de visitas mensais. Encarregue-se de ter uma base sólida e depois, quem sabe, você possa aumentar seu investimento para obter resultados mais visíveis..

48. Medindo resultados

Portanto, meça os resultados e analise-os. O sucesso tem a ver com resultados, não com a quantidade de trabalho que você faz. Meça seus resultados e promova-os, detecte onde você está certo e valorize esse aspecto.

49. Aprenda a delegar

Delegar é tão difícil para os empresários quanto para os políticos dizer a verdade. Portanto, embora você provavelmente queira fazer tudo, aprenda a delegar. Você não será capaz de seguir em frente sem delegar algumas tarefas para abrir espaço para outras novas e mais valiosas.

50. Aceite o momento da retirada

Às vezes, o fracasso é inevitável. Ponha de lado o orgulho e sinta o momento da aposentadoria. Uma retirada oportuna também é uma vitória. Sempre há um novo começo no mundo dos negócios.

Deixe um comentário