Texto informativo: definição, tipos e características

Textos informativos têm como objetivo transmitir informações sobre um determinado fato ou assunto.

Tais textos pretendem ser objetivos, pois sua intenção é informar. Além disso, eles devem facilitar a compreensão do tópico que está sendo explicado e fornecer detalhes suficientes para que o leitor entenda o que está sendo explicado.

Nestas linhas veremos quais são as características do texto informativo e seus principais tipos.

Características do texto de informação

Esses tipos de texto descrevem eventos e temas reais. Seu objetivo é transmitir informações sobre a realidade, abordando diferentes assuntos.. É, portanto, um tipo de texto em que os dados descritos não são fictícios ou, pelo menos, se baseiam em um fato real.

Isso evita repetir algo que já foi explicado anteriormente e pretende-se que a informação seja dada da forma mais clara possível. Sua estrutura geralmente consiste em uma introdução, uma expansão e uma conclusão.

A linguagem utilizada pode ser especializada, variando de acordo com o assunto explicado. Indignado, esta linguagem deve ser coerente, direta, objetiva e recursos linguísticos como metáforas ou gírias populares devem ser evitados., Uma vez que pode levar o leitor a interpretar as informações explicadas de uma forma diferente daquela pretendida pelo remetente.

Para facilitar a localização e compreensão das informações pelo leitor, diversos recursos podem ser incorporados ao texto informativo: índice, texto em negrito ou sublinhado, glossário com palavras especializadas, gráficos, legendas, tabelas, bem como referências para poder expandir ainda mais seus conhecimentos.

Para que um texto informativo seja apropriado, o conteúdo apresentado deve ser explicado e explicado de forma impessoal. O objetivo deste tipo de texto é sempre explicar ao leitor um determinado assunto e que depois de lê-lo ele adquiriu novos conhecimentos.

As ideias apresentadas no texto devem ser organizadas corretamente. Por esse motivo, geralmente são usados ​​exemplos, fontes bibliográficas e esclarecimentos para garantir que o destinatário compreenda totalmente o tema explicado. Um aspecto que pode parecer óbvio é a importância de saber usar a pontuação corretamente: ponto e vírgula, ponto de interrogação, etc.

modelo

Existem basicamente 4 tipos principais de texto informativo. Aqui eles são descritos, com todas as suas características distintivas.

1. Notícias

Isso é a descrição de um evento recente que o emissor deseja tornar público. Este é o texto de referência informativo, pois nas notícias o remetente tenta explicar o acontecimento da forma mais verdadeira possível.

O editor deve relatar os fatos da forma mais objetiva possível, oferecendo todas as informações que puder, procurando testemunhas para vivenciar o acontecimento e entrevistando-as. O que nunca deve ser feito é falsificar informações com a intenção de oferecer sua própria visão do evento e, assim, manipular a opinião pública.

Cada notícia tenta responder a seis perguntas:

  • O que aconteceu?
  • Quando chegou?
  • Onde isso aconteceu?
  • Quem ou o que ele estava envolvido?
  • Como isso aconteceu?
  • Por quê isso aconteceu?

Em relação à sua estrutura, a notícia apresenta as seguintes partes:

Título: Linha única que transmite a ideia central da notícia e convida o leitor a lê-la.

  • suporte: Este é o nome da notícia e deve estar relacionado ao assunto explicado.
  • descida: As informações apresentadas no título são expandidas.
  • Direto: Este é o primeiro parágrafo da notícia, onde se resume o principal.
  • Cos: Aprofunde-se nos fatos. As informações apresentadas variam das mais básicas às menos importantes.

2. Carta oficial

Seu principal objetivo é transmitir ao receptor informações que lhe dizem respeito, que devem ser levadas a sério.

Cartas normalmente formais eles são escritos por pessoas que não são pessoalmente conhecidas ou com as quais você não tem um relacionamento amigável e camaradagem. Este tipo de texto informativo também pode ser escrito para uma autoridade ou empresa, para dar alguns exemplos.

As cartas formais podem expressar opiniões, sentimentos, justificar uma ação ou simplesmente descrever para outra pessoa um conjunto de eventos.

Neste tipo de textos é muito importante mostrar um tom respeitoso e cuidar da linguagem usada.

Eles seguem a seguinte estrutura:

  • Data e local onde foi escrito.
  • Cabeçalho: o nome ao qual é endereçado está escrito.
  • Saudações corteses e formais.
  • Introdução: este é o primeiro parágrafo da carta e contém as informações que permitirão que você entenda o resto do que será exposto.
  • Corpo: Todas as informações sobre eventos ou temas são explicadas.
  • Adeus: a ideia principal da carta é resumida e educadamente rejeitada.
  • Empresa

3. Memorando ou memorando

É basicamente uma carta, mas muito mais curta. É amplamente utilizado em empresas e outros tipos de organizações, porque permite que você se comunique de forma rápida e concisa.

Nesse tipo de texto informativo, a linguagem é formal, mas não exige todos os aspectos do protocolo que estão nas cartas.

Consiste nas seguintes partes:

  • Título: geralmente “memorando” ou “memorando”.
  • Cabeçalho: coloca quem o envia, para quem e a referência do assunto do memorando.
  • saudações
  • Corpo: a informação a ser transmitida.
  • adeus
  • Empresa
  • Os dados

4. Relatório

É um texto informativo que tem por objetivo divulgar. É por esta razão que se trata de um tipo de texto amplamente utilizado em disciplinas científicas, de investigação ou para descrever a situação de uma empresa.

No caso de um texto informativo, deve-se destacar que seu objetivo não é o de convencer o leitor. No entanto, em tais textos recomendações podem ser incluídas para orientar aqueles que estão lendo para um objetivo específico.

Embora tenha todas as características de um texto informativo, não possui uma estrutura definida. No entanto, os elementos podem ser encontrados na maioria deles:

  • Os dados
  • Título
  • Corpo: Quando se trata de texto de sensibilização, é muito importante que contenha todas as informações possíveis e da forma mais objetiva.
  • Empresa

Referências bibliográficas:

  • Alfonso, I. (1997): O texto informativo. Caracas, Contexto Editores.
  • Díaz, A. (1987) Abordagem do texto escrito. Medellín, Colômbia, Universidade Editorial de Antioquia.

Deixe um comentário