Os 8 tipos de biomas do mundo

Quão importante é o meio ambiente! Se você não cuidar dele, eles vão se perder eventualmente os diferentes lugares naturais que existem ao redor do mundo, Como florestas, selvas ou mares. Cada ambiente possui animais (fauna) e plantas (flora) característicos, que se relacionam entre si e com as condições climáticas (principalmente temperatura e precipitação), formando um pequeno sistema, denominado ecossistema.

A verdade é que se observam no mundo grandes áreas nas quais predomina um determinado clima e são habitadas por flora e fauna semelhantes que formam pequenas comunidades, ou seja, esses territórios são compostos por diferentes ecossistemas semelhantes. O todo é o que chamamos de biomas. Exatamente o último sobre o qual falaremos neste artigo: tipos de biomas.

Tipos de biomas

Definir diferentes tipos de biomas não é uma tarefa fácil. Muitos são os critérios para sua classificação e ao longo da história surgiram diferentes métodos para isso, como o sistema Holdridge, Whittaker ou o proposto pelo World Wide Fund for Nature (WWF na sigla em inglês). Embora neste artigo eu irei falar sobre os principais biomas como eles foram ensinados da forma tradicional, é bom ter isso em mente.

1. Tundra

Localizada principalmente no hemisfério norte, na faixa do círculo árticoEste bioma terrestre é caracterizado por um clima de baixas temperaturas e precipitações, com curtos períodos de clima favorável.

O solo está constantemente permafrostOu seja, o congelamento e o descongelamento contínuos, o que o torna pobre em nutrientes e a flora que habita esse bioma é composta, em sua maioria, por plantas com crescimento limitado, como gramíneas, musgos e líquenes. Em termos de fauna, destaca-se a presença de grandes mamíferos e espécies migratórias.

2. Taiga

Esse bioma geralmente está localizado no hemisfério norte, na faixa norte. O clima predominante consiste em invernos muito frios e verões curtos, com precipitação bastante esparsa. Nesta ocasião, o solo congela apenas no inverno, por isso não é tão pobre em nutrientes.

A notável flora é baseada em florestas de coníferas (por exemplo, abetos). Já a fauna é composta por espécies migratórias e animais que hibernam nas estações frias, como os ursos.

3. Florestas decíduas

Esse tipo de bioma está localizado em partes dos Estados Unidos, Europa, China e América do Sul. O período climático favorável é mais longo que os anteriores, embora o inverno ainda seja muito gelado. A peculiaridade dessas florestas é solo rico em matéria orgânica que vem da decomposição de folhas mortas no outono-inverno.

A flora que compõe essas florestas é baseada em árvores decíduas, ou seja, perdem suas folhas no inverno. A fauna é muito variada e continuam presentes espécies migratórias e animais de inverno.

4. Estepes, prados e pampas

O mesmo bioma assume nomes diferentes dependendo do continente onde se encontra: estepes na Eurásia, pastagens na América do Norte e pampas na América do Sul. Este ambiente natural é caracterizado por invernos frios e verões quentes, com períodos de seca.

A flora que se adapta a este bioma muito sazonal, ou seja, descanso de inverno, primavera muito ativa e déficit hídrico no verão. Por isso, é dominado por gramíneas e perenes (Eles não perdem as folhas). A fauna que o habita é adaptada aos recursos flutuantes ou migratória.

5. Florestas mediterrâneas

Localizado principalmente ao redor do Mar Mediterrâneo, esse tipo de bioma também é observado na Califórnia, Chile, Cidade do Cabo (África do Sul) e sudoeste da Austrália. O clima típico dessas regiões é de invernos moderados e verões quentes, com precipitação no inverno e na primavera, mas com períodos de estiagem no verão.

As florestas são feitas de um tipo único de árvore perene tolerante à seca, Como azinheiras, sobreiros ou carvalhos, bem como uma vegetação rasteira de arbustos e plantas (que vivem à sombra das árvores). A fauna observada é principalmente de espécies florestais, mas não migratórias, mesmo que seja durante o inverno.

6. Floresta tropical

Distribuído na América do Sul (Amazônia), África (Congo) e Indonésia. Distingue-se pela ausência de estações, uma temperatura constante e elevada durante todo o ano e precipitações abundantes.

É o bioma com maior biodiversidade e complexidade do mundo, onde vivem mais de 50% das espécies. A flora é dominada por árvores gigantes (mais de 70m de altura), seguidas por todo o tipo de plantas, incluindo videiras e palmeiras. Na fauna insetos, aracnídeos, anfíbios, répteis e pássaros abundam. Entre os mamíferos, são comuns aqueles que têm vida arbórea, ou os grandes que vivem em terra.

7. Deserto

Esse tipo de bioma está distribuído em todo o mundo, sendo encontrado na América do Norte, América do Sul, África, Ásia e Austrália. É caracterizada por falta de precipitação e forte erosão que sofre com o solo pelo vento, o que torna a vida difícil. Pode haver desertos quentes (Saara) e frios (Gobi).

A flora e a fauna que habitam esses biomas são adequado para essas condições extremas. Ainda dispersa, a flora existe. Predominam plantas tolerantes à seca, como xerófilos (Cacti). Quanto à vida selvagem, são pequenos animais comuns que desenvolveram mecanismos para evitar a perda de umidade, como a estratégia de se esconder no subsolo durante o dia.

8. Biomas aquáticos

Por fim, os biomas aquáticos devem ser mencionados em geral. É de fato a maior presença no mundo desde inclui todos os oceanos. Este tipo de bioma é dividido em biomas marinhos (mares) e biomas de água doce (rios).

Referências bibliográficas:

  • Bartsch, J., Colvard, MP (2009). A estrutura da vida. Nova York: Prentice Hall.
  • Lidicker W. (2008). Níveis de organização em biologia: sobre a natureza e nomenclatura do quarto nível de ecologia. Exames biológicos.
  • Odum, EP (1971). Fundamentos da ecologia. Nova York: Saunders.

Deixe um comentário