Como pensamos? Os dois sistemas de pensamento de Daniel Kahneman

De acordo com o autor Shanon M. Koening, as pessoas têm 60.000 pensamentos por dia e a maioria é negativa. Esse número chocante nos faz perceber o quão pouco sabemos sobre o pensamento e a grande influência que ele tem em nosso comportamento e tomada de decisões.

Daniel Kahneman, psicólogo vencedor do Prêmio Nobel

Um prestigioso psicólogo americano percebeu a importância de pensar e sua pesquisa lhe valeu o Prêmio Nobel de economia em 2001. Para explicar a teoria que o levou ao Prêmio Nobel, Kahneman começa perguntando a seus alunos o seguinte enigma:

Não tente resolver este exercício e tente usar a intuição:

Um taco e uma bola custam 1,10. O taco custa um dólar a mais que a bola, quanto custa a bola?

A resposta a 10 centavos é considerada um palpite rápido, poderoso e atraente, mas está incorreto.

Para chegar à solução certa, 5 centavos, muitos de nós teremos que recorrer a lápis e papel, transformando o quebra-cabeça em uma equação matemática. Teremos que recorrer à maneira mais lenta e cansativa de pensar que nosso cérebro permite. Alguns psicólogos consideram que esse tipo de teste é um preditor de inteligência mais válido do que os testes de QI atuais.. Nesse caso, serve para ilustrar que as intuições podem estar erradas, por mais poderosas que pareçam.

Kahneman usa esse exemplo para descrever as duas maneiras diferentes pelas quais a mente cria o pensamento.

Em primeiro lugar, existe o Sistema 1 está implícito. Essa forma de pensar é rápida, automática, frequente, emocional, estereotipada e inconsciente. Por outro lado, é o Sistema 2 ou explícito. Ele é lento, preguiçoso, infrequente, lógico, calculista e acompanhado pela consciência de resolver um problema.

Esses dois sistemas de natureza antagônica são encontrados na vida diária de todas as decisões de nossa vida.

Como funcionam os 2 sistemas de pensamento?

A solução rápida de 10 centavos que você deu rapidamente no início do exercício se deve à operação do Sistema 1, que lhe dá uma resposta razoável. Porém, quando você usou caneta e papel, você usou o Sistema 2, que desta vez ofereceu a solução certa de 5 centavos, uma solução mais lenta e cara, mas no final a resposta correta.

Isso ocorre porque o sistema 1, guiado pela intuição e heurísticas, permite-nos realizar tarefas simples como caminhar ou escovar os dentes sem esforço. Por outro lado, o Sistema 2 estará em jogo quando fizermos as tarefas mais complicadas, como aprender a dirigir.

O Sistema 1 e o Sistema 2 estão permanentemente ativos e em comunicação. O Sistema 1 determina nossos pensamentos com percepções externas, memória visual e associativa, e então surge com uma conclusão emoldurada, que nem mesmo questionamos, evitando assim qualquer outra história alternativa. O desafio é que ele geralmente faz um bom trabalho, então podemos confiar nele.

As intuições guiam nossa vida diária

Usando a teoria heurística, Kahneman diz que o sistema de janeiro combina novas informações com padrões existentes, ou pensamentos, em vez de criar novos padrões para cada nova experiência.uma. Isso resulta em diferentes tipos de preconceito. O sistema de janeiro, ao gerar uma reflexão estreita e emoldurada, busca demonstrar que leva diretamente a um viés de confirmação. O viés de confirmação leva as pessoas a ignorar certas evidências que contradizem esse pensamento, e esse é um dos maiores problemas individuais quando as empresas tomam decisões.

Em última análise, as pessoas tendem a buscar informações que validem suas hipóteses iniciais. Kahneman detalha uma série de experimentos que visam destacar as diferenças entre esses dois processos de pensamento e como eles chegam a resultados diferentes, mesmo que recebam as mesmas informações.

Você já sabe um pouco mais sobre esses produtos que seu cérebro gera em média 60.000 vezes ao dia, e quantos deles são gerados rapidamente e sem levar em conta todas as informações presentes que levam a conclusões erradas.

Portanto, da próxima vez que você tomar uma decisão errada, não jogue na sua cara. Agora você sabe que é o Sistema 1 que atua automaticamente e que a melhor decisão que você pode tomar é pegar papel e uma caneta para ativar o Reflection System 2 e fazer com que você tome as decisões certas.

Deixe um comentário