Assédio criminal: uma nova forma de assédio extremo

Acompanhe uma pessoa, ligue para ela, mande presentes, cartas ou mensagens, são comportamentos vistos de forma isolada, não contêm conotações criminosas ou envolvem qualquer crime, mas o que está acontecendo. Isso acontece quando alguém decide focaliza uma pessoa e faz isso repetidamente, às vezes fazendo-a temer por sua vida?

Esse é o caso da síndrome de assédio criminal ou assédio urgente..


O que é assédio?

Embora ainda não haja uma definição cientificamente estabelecida desse fenômeno, pode-se encontrar uma série de características que os autores concordam em mencionar. Segundo eles, essa síndrome descreve um padrão em que a pessoa afetada (stalker), que pode ser tanto homem quanto mulher, persegue uma vítima de forma obsessiva e persistente, sem que as recusas da vítima a façam mudar de ideia.

O stalker usa todos os meios para se aproximar da vítima, telefonemas, mensagens de texto, e-mails, cartas, escrever o nome dela em locais públicos, trazer presentes, espionar sua casa, segui-la e chicotá-la na rua ou no local de trabalho, em espaços públicos, etc. Nos casos mais graves, a vítima pode receber ameaças, ter sua conta hackeada na Internet (perfis públicos e e-mails) e / ou sofrer algum tipo de crime violento.

Os efeitos do abandono na pessoa assediada

Não admira, porém a pessoa que sofre com esse assédio contínuo apresenta imagens de ansiedade, insegurança e medo, Além disso, um medo contínuo por sua integridade física e sentimentos de perseguição e desestabilização.

Por essas razões, muitas vezes são obrigados a mudar seus hábitos diários, seu número de telefone e às vezes até seu trabalho e casa.

Perfil psicológico do stalker

Quem pode ser vítima da síndrome de bullying persistente? A resposta a esta pergunta não é menos preocupante, pois qualquer pessoa pode ser afetada e ser vítima deste tipo de assédio. Seria lógico pensar que esse tipo de comportamento só ocorre em pessoas que já tiveram algum tipo de relacionamento amoroso, mas a realidade é que também pode acontecer com amigos, vizinhos, colegas de trabalho ou mesmo com um estranho. Portanto, aparentemente, não é necessário que houvesse anteriormente algum grau de intimidade da vítima com o assediador.

A partir da psicologia, tentamos dar uma explicação para as causas que motivam o comportamento dos stalkers. Alguns autores afirmam que após seu comportamento, surgem sentimentos de raiva, hostilidade, obsessão, culpa ou ciúme e malícia. Esses sentimentos levaram a uma classificação baseada no sentimento predominante em cada agressor.

  • Perseguidor de feltro: Sua principal motivação é assustar e perturbar a vítima por quem sente ressentimento e ressentimento.
  • Perseguidor predatório: Este tipo de agressor persegue a vítima por motivos sexuais até a hora de atacá-la.
  • Perseguidor rejeitado: Neste caso, esconda a vítima com intenções vingativas ou para retomar um relacionamento que a vítima tenha rompido.
  • Stalker alegando ineficaz: Geralmente é uma pessoa com poucas habilidades de comunicação e poucas habilidades sociais, então pode ficar obcecada por alguém com quem se identifica.
  • Stalker ávido por privacidade: A principal motivação deste tirano é um desejo irresistível de um caso de amor com a vítima, a quem ele considera sua alma gêmea.

Assédio extremo no código penal espanhol

Apesar das graves repercussões que este tipo de comportamento pode ter na vítima, Até recentemente, não havia nenhuma lei na Espanha regulando esse tipo de assédio..

Não foi até a entrada em vigor da Lei Orgânica 1/2015 de 30 de março, que altera a antiga Lei Orgânica 10/1995 do Código Penal, que passa a considerar o assédio criminal como crime que atenta contra a liberdade de ação da pessoa e que pode ser punido com pena de prisão de três meses a dois anos ou multa de seis a vinte anos – “aumentando a pena se a vítima for particularmente vulnerável pela sua idade, doença ou situação”.

Referências bibliográficas:

  • Lorena Pérez (2016). Perseguição: características do comportamento de assédio. Disponível em ForCrim: http://www.forcrim.com/stalking-caracteristicas-acoso/

Deixe um comentário