Higiene do sono em crianças: 10 dicas para melhorá-la

Todos nós precisamos dormir e descansar, e essa ação geralmente ocorre naturalmente à noite, especialmente quando estamos muito cansados; mas não é importante apenas descansar e ter um sono profundo e reparador de boa qualidade, e obter as horas de sono necessárias.

Para isso, a higiene do sono é fundamental; são todas aquelas orientações, hábitos e medidas que promovem um sono de qualidade, que permite um descanso adequado.


Na infância, tudo isso é especialmente importante; por isso neste artigo vamos falar sobre higiene do sono em crianças, E apresentamos até 10 diretrizes que o incentivam.

    A importância do sono (bom)

    Como vimos na introdução, manter uma boa higiene do sono é muito importante para garantir um sono reparador, pois o sono é uma função vital necessária para muitas outras funções.

    Pensamos quando estamos excessivamente cansados ​​durante o dia, dormindo, rastejando por toda parte … Não damos a mesma coisa? Trabalhamos menos bem, estudamos menos … e podemos até estar de mau humor, até irritáveis.

    Acontece conosco, adultos, mas também crianças. É por isso que a higiene do sono em crianças deve ser melhorada e cuidada desde cedo. Além disso, quanto mais cedo as crianças adquirirem esses hábitos, mais cedo eles irão internalizá-los e mais fácil será para elas continuarem a praticá-los no futuro.

    Neste artigo, vamos nos concentrar na higiene do sono em crianças, embora a maioria dessas diretrizes também se aplique a adultos.

    Higiene do sono em crianças: como melhorá-la e ajudá-las a dormir

    Vamos ver 10 diretrizes para promover uma boa higiene do sono em crianças:

    1. Manter programações regulares

    Rotinas e horários são elementos essenciais para promover uma boa higiene do sono em crianças. Isso significa que o ideal é que os mais pequenos se deitem à mesma hora todos os dias (ou se não à mesma hora, pelo menos em horários semelhantes).

    Isso também deve ser extrapolado para fins de semana. As rotinas estruturam a mente e o corpo e são essenciais para que o corpo eventualmente se associe ao sono desta vez.

    2. Evite o consumo de estimulantes

    Outra diretriz para promover a higiene do sono em crianças é evitar o consumo de substâncias estimulantes; isso inclui bebidas que podem conter cafeína, bebidas carbonatadas como a Coca-Colaetc.

    Idealmente, eles não deveriam beber esse tipo de substância, ou que, se o fizerem, não deveria estar pelo menos uma hora muito tarde no dia, muito menos antes de dormir.

    3. Estimule a exposição à luz pela manhã.

    A exposição à luz forte pela manhã é conhecida por promover o sono à noite, portanto, incorporar esse hábito à rotina de uma criança pode ajudá-la a dormir melhor também. Indignado, se a luz for natural é muito melhor.

    4. Evite televisão, tablets, telefones celulares …

    A luz emitida por dispositivos como tablets, telefones celulares e outros, é fortemente desencorajada quando se deseja adormecer, pois produzem exatamente o efeito oposto: “acordar” e ativar o corpo e a mente.

    Assim, em particular na higiene do sono em crianças, é totalmente desaconselhável que eles sejam “colados” a esses dispositivos antes de dormir; se os usam, que seja em um horário razoável, por exemplo, até cinco ou seis da tarde.

    5. Evite videogames

    De acordo com a diretriz acima, o uso de videogame antes de dormir também não é recomendado, pois costumam excitar e ativá-los (eles os deixam “alertas”, ao contrário do que leva para dormir).

    6. A cama para dormir

    Parece uma coisa muito absurda, mas às vezes “pecamos” nesse padrão e não percebemos. O corpo, mentalmente, mas também fisiologicamente, para associar a cama exclusivamente ao sono; por isso se os pequenos, além de dormir na cama, brincar, comer, assistir filmes ou coisas do gênero, isso pode criar dificuldades reais na hora de dormir e adormecer.

    Porque? Porque o seu corpo não associa mais a cama com o sono, mas muitas outras situações, o que dificulta o sono. É uma questão de condicionamento clássico (onde certos estímulos e respostas são pareados em um “X”).

      7. Não use a TV para adormecer

      Outra diretriz que estamos propondo para promover a higiene do sono em crianças, vinculada a algumas anteriores que mencionam novas tecnologias, é evitar o uso da TV para adormecer.

      Claro, você não precisa ser drástico e evitar a TV de qualquer maneira. (Porque há crianças mesmo aqueles que as amam), mas modere seu uso. Se eles podem adormecer com outra coisa, melhor (por exemplo, com um livro), porque às vezes a TV os ativa em vez de relaxá-los.

      8. Crie um ambiente que facilite o sono

      É bom senso; dormimos melhor em ambientes onde nos sentimos confortáveis ​​e à vontade, em termos de temperatura, posição, vestimenta …

      é por isso é muito importante cuidar do ambiente em que dormimos (Este é, neste caso, o quarto da criança); isso inclui ajustar a temperatura ambiente, encorajar o silêncio, fazer a criança usar roupas adequadas (nem muito apertadas nem muito “largas”), e assim por diante.

      Por outro lado, tem criança que gosta de um pouco de baixo, ou sons que imitam as ondas do mar, vento, chuva, Etc. Para fazer isso, existem aplicativos que podem ser úteis (verifique na Google Store ou na App Store).

      9. Incentive o exercício físico regular

      Praticar esportes é fenomenal de muitas maneiras: uma delas nos relaxa! Embora possa nos ativar (principalmente dependendo do esporte), quando um certo tempo passa desde o treinamento nos sentimos relaxados e nosso corpo aprecia isso.

      Assim, o exercício físico regular também pode promover uma boa higiene do sono nas crianças.

      10. Pratique pelo exemplo

      Às vezes, para aprender quais hábitos, nada melhor do que um bom modelo; portanto, como pais, a prática pelo exemplo pode ajudar muito nossos filhos nesse respeito.

      Isso significa aplique as diretrizes acima e faça com que as crianças vejamAlém de modelar, pode ajudar nossos filhos a perceber a importância desses hábitos e internalizá-los com mais facilidade.

      Por outro lado, praticar pelo exemplo também significa criar uma atmosfera de calma e tranquilidade em casa desde o meio da tarde até a hora de dormir.

      Referências bibliográficas:

      • Horse (2002). Manual para o tratamento cognitivo-comportamental de transtornos psicológicos. Voar. 1 e 2. Madrid. Século 21 (capítulos 1-8, 16-18).
      • JJG Galve. (2009). Dicas e ajuda para um bom sono. Naturist Medicine, 3 (2): 72-76.
      • P David, M. Blanco, M. Pedemonte, R. Velluti et al. (2008). Medicina do sono – Chile: Editorial Mediterraneo.

      Deixe um comentário