As 8 características da parentalidade positiva

A parentalidade positiva é a modalidade educacional recém-desenvolvida que é cada vez mais aplicada e recomendada pelos profissionais de psicologia.

Baseia-se em uma ideia tão simples quanto, dada a evolução histórica dos modelos parentais, revolucionária: propõe uma paternidade sem violência ou comportamento autoritário baseado no unilateralismo.


Se você quiser aprender mais sobre essa forma de entender a paternidade, continue lendo; aqui vamos falar sobre As principais características da parentalidade positiva.

    Quais são as principais características da parentalidade positiva?

    A parentalidade positiva é uma forma de olhar para a paternidade e a maternidade que promove o conceito de boa parentalidade. Onde outros modelos de educação domiciliar assumiram que meninos e meninas são versões ‘inacabadas’ de adultos, essa abordagem promove a ideia de que os direitos e opiniões das crianças devem ser respeitados.

    Isso não significa dar-lhes o direito de tudo ou não estabelecer limites e regrasmas partindo do princípio de que eles próprios devem fazer parte de uma boa dinâmica familiar para se sentirem integrados e felizes, beneficiando de um ambiente que promova o seu desenvolvimento físico e psicológico.

    Esta forma de acompanhar e cuidar das crianças é cada vez mais utilizada em todo o mundo e assenta num conjunto de características relativamente simples que devem ser aplicadas diariamente na educação e educação das crianças pequenas.

    1. Afeição

    Segundo especialistas em psicologia educacional e infantil, a parentalidade positiva tem como estrutura essencial o vínculo afetivo com os filhos, um carinho que deve ser mostrado abertamente sempre que possível para fazê-los sentir-se amados. E é que muitos pais e mães caem na armadilha de expressar apenas emoções negativas devido à frustração e estresse que a paternidade às vezes lhes dá.

    O carinho e afeição que damos aos nossos filhos é muito necessário para que eles cresçam com boa saúde física e mental, e é um elemento indispensável que contribui muito positivamente para moldar sua futura personalidade como adultos.

    Os sinais de afeto podem ser físicos, como abraços e beijos, ou verbais, ou seja, parabéns por conquistas de qualquer tipo ou comentários brilhantes para sua pessoa. Nenhuma dessas duas formas de se expressar deve ser negligenciada.

      2. Cuidados que vão além das necessidades de sobrevivência

      Além da parentalidade baseada no afeto e no afeto, O cuidado em todas as áreas da vida de uma criança também é de grande importância em um modelo parental positivo..

      Isto traduz-se numa atenção global ao bem-estar da criança, bem como a quaisquer alterações ou desconfortos que possam surgir, quer a nível pessoal, social e de saúde ou escolar.

      Cuidar também significa orientá-los e servir de modelo para que amanhã nossos filhos sejam homens e mulheres que vivam bem e bem.

      sim Sim não é aconselhável estar permanentemente “em cima” dos mais pequenos em contextos onde possam aprender sozinhos em total segurança: faz parte da estimulante experiência de aprender a partir do motor da própria curiosidade.

        3. Respeito

        O respeito é essencial em qualquer relação interpessoal e torna-se muito importante quando falamos da educação dos filhos, que aprendem a integrar no seu quotidiano os valores e comportamentos que assimilam em casa.

        Respeitar nossos filhos, ou seja, suas opiniões, abordagens, preferências e gostos, também os ajudará a crescer com boa autoestima e se sentirem valorizados por sua família. As correções devem ser feitas de forma clara e assertiva, mas não suas idéias, opiniões e crenças, e sem zombaria.

          4. Regras e limites

          O cuidado e a proteção mencionados acima não devem faltar em nenhum lar cujos pais queiram praticar a parentalidade positiva; porém, para isso, também é importante estabelecer regras e limites.

          O estabelecimento de regras e limites baseados no respeito e cumprimento das obrigações diárias Isso nos ajudará a educar nossos filhos de maneira positiva, lógica e sem recorrer a qualquer tipo de violência.mas devemos dar o exemplo e segui-los nós mesmos ou, no caso de certas regras não se aplicarem aos adultos, devemos explicar-lhes porquê.

            5. Evite castigos corporais

            A parentalidade positiva baseia-se na aplicação de castigos quando necessário e evita sempre os castigos corporais a que as gerações anteriores foram por vezes submetidas.

            Essas sanções são sempre baseadas no melhor interesse da criança eles visam que você aprenda proporcionalmente com seus erros.

            6. Comunicações

            A comunicação fluida e aberta com nossos filhos é a base para estabelecer um vínculo afetivo e afetivo de qualidade, e também nos permite fazer parte de suas vidas e conhecer em profundidade seu mundo interior.

            Converse diariamente com seus filhos sobre suas preocupações, problemas e mostre seu apoio para suas dificuldades, conquistas ou objetivos Esta é a melhor forma de contribuir positivamente para o seu desenvolvimento físico e intelectual, bem como para a sua autoestima.

              7. Envolva a criança

              meninos e meninas que eles participam das decisões que são tomadas no contexto familiarcrescer com uma atitude e apoio mais positivo que essas crianças que nunca são consideradas sentem falta.

              Da mesma forma, quando há pequenas disputas familiares relacionadas a divergências ou opiniões notadas, é aconselhável chegar a um acordo que satisfaça todas as partes envolvidas.

                8. Responsabilidade dos Pais

                A responsabilidade parental é a base da parentalidade positiva e assenta na aplicação conjunta de todas as características que citamos acima.

                Praticar a responsabilidade parental diariamente com nossos filhos obteremos autoridade legítima diante delesbaseado em respeito, carinho, cuidado e muitos elementos positivos, ao invés de medo, violência ou coerção.

                Você está interessado em ter apoio psicológico profissional?

                Dentro Psicologia Adhara Acolhemos pessoas de todas as idades a partir de recursos terapêuticos como mindfulness, meditação ou formação em gestão de emoções, tudo numa perspetiva humanista. Atendemos presencialmente em nosso centro localizado em Madrid, e também online.

                Deixe um comentário