Hipnose: realidade ou fraude?

Muitas pessoas se perguntam se a hipnose é real ou se é uma invenção. Muitas vezes vimos isso na televisão shows relacionados ao fenômeno da hipnose.

O projetor de mídia apresenta uma espécie de mágico que, em questão de segundos, é capaz de colocar outra pessoa em sono profundo e, nesse estado de inconsciência, fazer com que ela responda a perguntas ou obedeça às ordens do hipnotizador, realizando ações que ele não funcionaria no estado de vigília. , o que ele não conseguiria realizar.


A hipnose é uma farsa?

Bem, deve ser esclarecido que hipnose é muito ruimEU. É um fenômeno psíquico que pode ocorrer se as condições forem atendidas. Mas, é claro, a hipnose não é o que os programas de TV que mencionamos anteriormente mostram. As pessoas que são hipnotizadas para fins terapêuticos e por um profissional treinado não adormecem, mas fecham os olhos e relaxam os músculos, mas permanecem bem acordadas, pensam livremente, dão sua opinião sobre o que o hipnotizador lhes pede e podem sair do estado de hipnose a qualquer momento e pare de obedecer às instruções.

Compreendendo esse ponto, é óbvio concluir que, se a pessoa hipnotizada receber instruções que ela não gostaria de fazer, ela simplesmente não as cumprirá e pode optar por abrir os olhos e encerrar a sessão naquele momento. Se vimos que na hipnose os voluntários realizam ações que não realizariam no dia anterior, é porque o contexto os encoraja a se deixarem levar pela experiência a tais limites, ou porque, efetivamente, fingem ser hipnotizado. No primeiro caso, permitem provocar certos fenômenos geralmente associados à hipnose: hipersugestão, amnésia seletiva, analgesia, concentração excessiva

Em suma, a hipnose existe e de fato há muitas evidências científicas e teorias sobre suas qualidades em muitas universidades do mundo, mas obviamente é preciso saber distinguir entre a hipnose e a versão da hipnose proposta pelo cinema ou pela televisão.

Você pode estar interessado: “10 mitos sobre hipnose, descobertos e explicados”

Deixe um comentário