Método Gottman de terapia de casal: características e operação

Por que os relacionamentos acabam? É possível encontrar um método científico capaz de detectar os fatores que mantêm e rompem relacionamentos? Para tanto, o Dr. John Gottman desenvolveu extensas pesquisas no campo dos relacionamentos românticos com sua esposa, a psicóloga Julie Gottman.

Nesse meio tempo, eles criaram o método Gottman de terapia de casais, Um tipo de terapia de casal que visa ajudar os casais a resolver seus conflitos e a construir relacionamentos mais saudáveis. Neste artigo, aprenderemos sobre suas características e aplicações, bem como os 7 princípios que ajudam a manter relacionamentos românticos.


    Método Gottman de terapia de casais: origem

    O Método Gottman de Terapia de Casais é um tipo de terapia de casais desenvolvida pelo Dr. John Gottman, professor de psicologia da Universidade de Washington, junto com sua esposa, a psicóloga Julie Gottman.

    O Dr. John Gottmann, além de psicólogo, tinha formação em matemática e estatística e por mais de 40 anos pesquisou os padrões de relacionamento de diferentes casais. Ele confiou na ciência e nas estatísticas para tentar descobrir algo tão impreciso e volátil quanto o amor, mas descobriu que se saiu bem.

    A intenção de J. Gottman era encontrar as variáveis ​​que facilitaram a separação, bem como os fatores que facilitaram a continuidade das relações.

    7 princípios do vínculo de amor

    Os Gottman trabalharam na prática clínica com mais de 3.000 casais de todos os tipos e compilaram uma lista de 7 princípios que devem reger um relacionamento saudável como casal, para que o relacionamento dure ao longo do tempo e proporcione bem-estar para ambas as partes. .

    Esses princípios também são chamados de The Sound Relationship House, E representam uma metáfora para a construção de uma casa, alusiva à relação, que pode ser casa e casa. Estes 7 princípios baseiam-se em duas características que devem ter os membros do casal: compromisso e confiança.

    1. Respeite as diferenças

    Empatia é essencial para construir relacionamentos saudáveis. Por isso, é importante que ambos os membros do casal levem em consideração as preferências do outro, respeitem-nas e possam compartilhar esses interesses em determinados momentos.

    Não é necessário que os dois membros do casal concordem em tudo, mas sim escutar, respeitar e aceitar que são pessoas diferentes com preocupações e necessidades diferentes.

    2. Mostre afeto

    O segundo princípio do Método Gottman de Terapia de Casais refere-se à expressão de afeto e admiração pelo outro membro do casal. É essencial que ambos os membros do relacionamento sejam capaz de detectar e apreciar as virtudes do outro.

      3. Resolva os problemas

      É importante que o casal adquira as habilidades necessárias para resolver seus conflitos ou problemas. Algumas ideias para fazer isso são engajar-se gentilmente em conversas que podem ser conflitantes, bem como tentar consertar os comportamentos que causaram o dano, a fim de manter o vínculo emocional com o parceiro.

      aqui habilidades de negociação serão muito importantes (Às vezes, acordos ou “convênios” precisam ser feitos com o parceiro, onde ambas as partes cedem) e habilidades de engajamento. Também será importante ser tolerante com o outro e compartilhar suas preocupações, sendo o casal uma “equipe” nesse sentido, buscando juntos a felicidade de ambos.

      4. Crie cartões de amor

      Os Gottmann falam desse conceito aludindo a uma consciência mútua e compartilhada do mundo do outro; ou seja, aqui o importante é que ambas as partes saibam como entrar no mundo emocional do outro, E que eles conheçam suas aspirações, valores e esperanças.

      O objetivo é construir caminhos comuns enquanto desfruta do processo.

      5. Expresse seu interesse

      É importante que ambos os membros do casal estejam interessados ​​no que o outro está lhes contando. é por isso será essencial compartilhar momentos, se envolver em conversas de diferentes tipos, Saber ouvir, etc.

      Nesse sentido, um dos aspectos que vão fortalecer a relação é expressar esse interesse e esse reconhecimento ao casal, para que se sintam valorizados.

      6. Gerenciar conflitos

      O método Gottman de terapia de casais destaca uma diferença essencial entre “resolução de conflitos” e “gerenciamento de conflitos” porque, de acordo com os Gottmans, a terapia deve se concentrar em melhorar o gerenciamento de conflitos, não tanto em sua resolução.

      Isso porque sempre haverá conflitos nos relacionamentos e, de certa forma, isso é saudável e mantém o relacionamento vivo. Em outras palavras, conflitos são inerentes a relacionamentos românticos (E de todos os tipos).

      Por isso, o objetivo deve ser administrar bem essas divergências, e não tanto fazê-las desaparecer sem mais demora (porque, além disso, é praticamente impossível e irreal).

      7. Crie um significado compartilhado

      O último princípio refere-se ao enriquecimento da relação, que resulta da contribuição de ambos os membros do casal para a relação.

      Assim, é importante que cada um dê o valor que merece a tudo o que o seu parceiro traz. O objetivo é encontrar e criar um senso de relacionamento compartilhado, onde ambas as partes contribuem e se alimentam das contribuições uma da outra.

      Quando a terapia pode ser aplicada?

      O Método Gottman de Terapia de Casais pode ser aplicado em todas as fases de um relacionamento, desde o início, educar os dois componentes do casal em modelos de relações saudáveis, Em estágios conflitantes onde eventos como infidelidades ocorreram.

      Além disso, estudos realizados em relação ao método Gottman de terapia de casais mostram que esse tipo de terapia pode ser eficaz tanto em casais heterossexuais quanto homossexuais, bem como em casais de diferentes culturas, setores e classes econômicas.

      Preditores de divórcio

      Mas o método Gottman de terapia de casais não trata apenas dos princípios ou variáveis ​​que ajudam o relacionamento a funcionar e durar ao longo do tempo. Ele também fala sobre os fatores que predizem ou explicam os divórcios, Culminação da crise do casal nos casamentos.

      São eles: o desprezo de um ou dois membros do casal pelo outro, a defensiva, a crítica ao outro (em particular ao seu modo de ser e à sua personalidade) e os impedimentos ou recusa de interagir ou comunicar, por parte de um ou ambos.

      considerações

      O Método Gottman de Terapia de Casais é uma modalidade de terapia baseada em pesquisas científicas e estudos desenvolvidos pelo casal Gottman. É por isso que sua validade e evidência empírica são altas.

      No entanto, é importante notar que cada casal terá suas próprias características e que como terapeutas teremos que manter uma abordagem flexível terapia se decidirmos aplicar este método. Em outras palavras, deve ser adaptado às necessidades dos pacientes nos casos em que for necessário.

      Além disso, é importante observar que para implementar o Método Gottman precisaremos ser treinados adequadamente, pois não é um tipo de terapia que pode ser aplicada sem mais demora. O treinamento nos permitirá conhecer o método em primeira mão, e ganhar a confiança para aplicá-lo de forma individualizada e adaptada à nossa prática clínica.

      Referências bibliográficas:

      • Gottman, J. e Schwartz, J. (2008). Terapia de casal pelo método Gottman. Manual Clínico de Terapia de Casais. Quarta edição. The Guilford Press: New York. Capítulo 5: 138-715.
      • Lisitsa, I. (2013). Uma introdução ao método de terapia relacional de Gottman. O Instituto Gottman. Uma abordagem relacional baseada na pesquisa.

      Deixe um comentário